Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Acadêmicos > Edmar Lisboa Bacha > Edmar Lisboa Bacha

Bibliografia

Livros Autorais

Análise Governamental de Projetos de Investimento no Brasil (com Aloísio Barbosa Araújo, Milton da Mata e Ruy Modenesi). Rio de Janeiro: IPEA, Relatório de Pesquisa n. 1, 1971 (2a. edição, 1972; 3a. 1974).

Encargos Trabalhistas e Absorção de Mão-de-Obra no Brasil (com Milton da Mata e Ruy Modenesi). Rio de Janeiro: IPEA, Relatório de Pesquisa n. 12, 1972.

Os Mitos de uma Década: Ensaios de Economia Brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976 (2a. edição, 1978).

Participação, Salário e Voto: Um Projeto de Democracia para o Brasil (com Roberto Mangabeira Unger). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

Política Econômica e Distribuição de Renda. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

Models of Growth and Distribution for Brazil (com Lance Taylor, Eliana Cardoso e Frank Lysy). Nova York: Oxford University Press, 1980.

Essays on Brazilian Growth, Wages and Poverty. Santiago, Chile: Organización Internacional del Trabajo (OIT), Programa Mundial del Empleo, Programa Regional del Empleo para América Latina y el Caribe (PREALC) [originally: Working Paper PREALC/188], Julho 1980, 83 págs. 

Introdução à Macroeconomia: Uma Perspectiva Brasileira. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1982, 204 pags (3ª. edição, revisada, 1985; 8ª. edição, 1991).

Análise Macroeconômica: um Texto Intermediário. Rio de Janeiro: IPEA, 1982, 204 págs.

El Milagro y la Crisis: Economia Brasileña y Latinoamericana. Mexico: Fondo de Cultura Económica, 1986, 468 págs.

150 Anos de Café. Coautorado com Robert Greenhill. Rio de Janeiro: Salamandra Consultoria Editorial S.A/Marcellino Martins & E. Johnston, 1992. Versão em inglês, 150 Years of Coffee. Rio de Janeiro: Salamandra/Marcellino Martins & E. Johnson, 1992.  2ª. edição revista em português (com apresentação de Alberto Venancio Filho), 1993.

Belíndia 2.0: Fábulas e Ensaios sobre o País dos Contrastes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012. [Prêmio Jabuti de melhor livro de economia de 2012].

 

Livros Organizados

Transição Incompleta: Brasil desde 1945; 2 volumes. Organizado em colaboração com Herbert Klein. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986. Versão revista em inglês: Social Change in Brazil, 1945-1985: The Incomplete Transition. Albuquerque: New Mexico University Press, 1989.

Recessão ou Crescimento: O FMI e o Banco Mundial na América Latina. Organizado em colaboração com Miguel Rodriguez Mendoza. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, 256 págs.

Seminar on Macroeconomic Adjustment and Growth. Organizado em colaboração com Sebastian Edwards. Número Especial do Journal of Development Economics, 29(3), novembro 1988, 406 págs. Versão em espanhol: Programas de Ajuste y Crecimiento. Número Especial de El Trimestre Económico, 56, julho 1989, 207 págs.

Interamerican Seminar on Economics. Organizado em colaboração com Sebastian Edwards. Número especial do Journal of Development Economics, 32(2), Abril 1990, pp. 243-448.. Versão em espanhol: Sector Externo, Políticas Financieras y Processo de Ajuste Macroeconómico. Número especial de El Trimestre Económico, 57, dezembro 1990, 233 págs.

Interamerican Seminar on Economics. Organizado em colaboração com Sebastian Edwards. Número especial do Journal of Development Economics, 36(1), Julho 1991, 144 págs. Versão em espanhol: Políticas Públicas y Desarrollo y Ajuste del Mercado de Trabajo. Número especial de El Trimestre Económico, 58, dezembro 1991, 229 págs.

Interamerican Seminar on Economics. Organizado em colaboração com S. Edwards. Número especial do Journal of Development Economics, 39(1), Julho 1992, 187 págs. Versão em espanhol: Crecimiento, política comercial y economía política del ajuste. Número especial de El Trimestre Económico, 59, dezembro 1992, 242 págs.

Savings and Investment for Growth Resumption in Latin America (Washington, DC: IDB, 1993). Versão em espanhol: Requisitos de Ahorro y Inversión para Restaurar el Crecimiento en América Latina (Rio de Janeiro: Editora Campus, 1993).

Economics in a Changing World: Development, Trade and the Environment. International Economic Association Conference Volume n. 110 (Londres: Macmillan, 1994).

Poverty, Prosperity and the World Economy: Essays in Memory of Sidney Dell. Organizado com Gerry Helleiner, Shahen Abrahamiam, Roger Lawrence e Pedro Malan. New York: St. Martin Press, 1995, 257 págs.

Mercado de Capitais e Crescimento Econômico: Lições Internacionais, Desafios Brasileiros. Organizado com Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho. Rio de Janeiro: Contracapa, 2005.

Mercado de Capitais e Dívida Pública: Tributação, Indexação, Alongamento. Organizado com Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho. Rio de Janeiro: Contracapa, 2006.

Como Reagir à Crise? Políticas Econômicas para o Brasil. Organizado com Ilan Goldfajn. Rio de Janeiro: Imago Editora, 2009.

Novos Dilemas da Política Econômica: Ensaios em Homenagem a Dionisio Dias Carneiro. Organizado com Monica Baumgarten de Bolle. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

Brasil: A Nova Agenda Social. Organizado com Simon Schwartzman. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

O Futuro da Indústria no Brasil: A Desindustrialização em Debate. Organizado com Monica B. de Bolle. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013. [Prêmio Jabuti de segundo melhor livro de economia de 2013].

The State of the World Economy: Challenges and Opportunities. A Seminar in Honor of Pedro S. Malan. Rio de Janeiro: IEPE/CdG. Organizado com Regis Bonelli, Monica Baumgartem de Bolle, Ilan Goldfajn e Arminio Fraga Neto. Livro eletrônico, abril 2014. Disponível no site www.iepecdg.com.br.

O Estado da Economia Mundial: Desafios e Oportunidades. Seminário em Homenagem a Pedro S. Malan. Organizado com Regis Bonelli, Monica Baumgartem de Bolle, Ilan Goldfajn e Arminio Fraga Neto. Rio de Janeiro: LTC Editora, 2015.

A Crise Fiscal e Monetária Brasileira: Ensaios em Homenagem a Fabio de Oliveira Barbosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,2016.

 

OUTRAS PUBLICAÇÕES ESPECIALIZADAS

1966

"Comparación entre la productividad industrial de México y los Estados Unidos", El Trimestre Económico n. 132, 33(4), outubro-dezembro 1966: 657-74.

1967

"O café do Brasil: vinte anos de substituição no mercado internacional, por Antonio Delfim Netto e Carlos Alberto de Andrade Pinto", Revista Brasileira de Economia, 21(4), dezembro 1967: 79-85.

1968

"A política cafeeira do Brasil, 1952/1967", Dados n. 5, 1968: 144-61. Reproduzido com correções em Mitos de uma Década. Paz e Terra, 1976: 137-58.

1969

"Venezuela y el Grupo Andino: el problema y las alternativas", Panorama Económico (Santiago, Chile), 2a. Época, n. 248, Setembro 1969: 35-40. Reproduzido em: El Trimestre Económico n. 145, 37(1), janeiro-março 1970: 153-69.

1970

"Taxas de câmbio de equilíbrio: formulação teórica e exemplificação", Revista Brasileira de Economia, 24(1), março 1970: 145-61.

"Uma nota sobre a entrada de capitais estrangeiros e as taxas de crescimento do produto", Revista de Teoria e Pesquisa Econômica, 1(2), 1970: 7-14.

Análise Econométrica do Mercado Internacional do Café e da Política Brasileira de Preços. Rio de Janeiro: Texto para Discussão n. 2, Escola de Pós-Graduação em Economia, Instituto Brasileiro de Economia, Fundação Getúlio Vargas, 1970.

1971

Resenha de "Diaz Alejandro, Carlos F. - Essays on the economic history of the Argentine Republic", Pesquisa e Planejamento, 1(1), junho 197l: 153-60.

"Algumas dificuldades de interpretação dos dados sobre a indústria de transformação nas contas nacionais", Pesquisa e Planejamento, 1(2), 1971: 367-72.

"Foreign exchange shadow prices: a critical evaluation of current theories" (com Lance Taylor), Quarterly Journal of Economics, 85(2), Maio 1971: 197-224. Reproduzido em A. Harberger et al. (orgs.), Benefit Cost Analysis 1971. Chicago: Aldine, 1972: 29-59; e em R. Eckaus e P. N. Rosestein Rodan (orgs.), Analysis of Development Problems. Amsterdam: North Holland, 1973: 3-39.

"A análise da rentabilidade macroeconômica de projetos de investimentos no Brasil" (com Aloisio B. Araújo, Milton da Mata e Ruy L. Modenesi), Pesquisa e Planejamento, 1(1), 1971: 35-82.

"A entrada de capitais estrangeiros e as taxas de crescimento do produto: uma nota complementar", Estudos Econômicos, 1(3), 1971: 103-14.

"El subempleo, el costo social de la mano-de-obra y la estrategia brasilena de crecimiento", El Trimestre Económico n. 152, julho - setembro 1971: 1069-79. Reproduzido em Edmar L. Bacha et al., Estrategias de Desarrollo Económico en Algunos Países de América Latina. Bogotá: Fundación para la Educación Superior y el Desarrollo, 1974, 111 págs. Versão em português em Revista Brasileira de Economia, 26(1), janeiro-março 1972: 105-16. Reproduzido em Revista do BNDE, 9 (1/2), janeiro-dezembro 1972: 36-44; e em Edmar Bacha, Mitos de uma Década. Paz e Terra, 1976: 63-74.

1972

Resenha de "Brazil: Industrialization and trade policies, por Joel Bergsman", Dados, 9, 1972: 222-4.

"Princípios econômicos para a avaliação governamental de projetos de investimentos", Dados, 9, 1972: 92-102.

"Preferência pela indústria e política comercial de um país em processo de industrialização", em M. Buescu (org.), Ensaios Econômicos - Homenagem a Octávio Gouvêa de Bulhões. Rio de Janeiro: APEC, 1972: 17-48. Versão em inglês em R. Eckaus e P. N. Rosenstein Rodan (orgs.), Analysis of Development Problems. Amsterdam: North Holland, 1973: 269-91. Versão original, como o título: “Análise comparada das alternativas de política comercial de um país em processo de industrialização”, publicada como Ensaios Econômicos da EPGE, n. 1, janeiro 1970.

Possibilidades Brasileiras no Mercado de Café Solúvel (Como consultor para a análise do mercado norte-americano). São Paulo: Instituto de Pesquisas Econômicas e Instituto Brasileiro do Café, 1972.

1973

"Growth and trade distortions in Chile, and their implications in calculating the shadow price of foreign exchange" (com Lance Taylor), em R. Eckaus e P. N. Rosenstein Rodan (orgs.), Analysis of Development Problems. Amsterdam: North Holland, 1973: 121-45.

"Emprego e salários na indústria de transformação, 1949/1969" (com Milton da Mata), Pesquisa e Planejamento Econômico, 3(2), 1973: 303-40. Reproduzido em Mitos de uma Década. Paz e Terra, 1976: 75-106; e em IPEA (org.), 25 Anos de Pesquisa Econômica: Uma Seleção de Estudos do IPEA. Rio de Janeiro: IPEA, 1989: 1-38.

"Sobre a dinâmica de crescimento da economia industrial subdesenvolvida", Pesquisa e Planejamento Econômico, 3(4), 1973. Reproduzido em J. Balan (org.), Centro e Periferia no Desenvolvimento Brasileiro. Sao Paulo: Difusão Européia do Livro, 1974: 233-49. Versão revista em E. Bacha, Mitos de uma Década. Paz e Terra, 1976: 41-50.

1974

"Developing countries alternatives: comments", em H. Chenery et al., Prospects for Partnership - Industrialization and Trade Policies in the 1970s. Baltimore: Johns Hopkins, 1974: 137-40.

"Estratégias alternativas para o desenvolvimento: comentário", em H. Chenery et al., Painéis Internacionais sobre Desenvolvimento Econômico. Rio: APEC/BNDE, 1974: 31-4.

"Foreign capital inflow and the output growth rate of the recipient country: one-sector models compared", Journal of Development Studies, 10 (3/4), Abril-Julho 1974. “Comment” de K. L. Gupta e “"Foreign capital inflows and output growth rate: reply", The Journal of Development Studies, 13(1), outubro 1976: 111-4.

"Un modelo de comercio entre centro y periferia en la tradición the Prebisch", El Trimestre Económico n. 162, 41(2), abril-junho 1974: 303-12.

"Hierarquia e remuneração gerencial", Estudos Econômicos, 4(1), 1974: 143-75. Reproduzido em R. Tolipan e R. Tinelli (orgs.), A Controvérsia sobre Crescimento e Distribuição da Renda. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1974: 124-55; e em E. Bacha, Mitos de uma Década. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976: 107-34.

"O Rei da Belíndia, o economista visitante e o produto interno bruto", Opinião (Rio de Janeiro), 19 agosto 1974: 14-5. Versão revista, com o título: "O rei da Belíndia: uma fábula para tecnocratas", em E. Bacha, Os Mitos de uma Década. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976: 57-61. Versões em espanhol em Cuadernos de Economia, 11(33), agosto 1974: 60-4; em El Trimestre Económico n. 167, 42(3), julho-setembro 1975: 725-30; e em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 13-17. Nova versão revista em E. Bacha, Belíndia 2.0. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira: 33-38.

Estrategias de Desarrollo Económico en Algunos Países de América Latina (com D. Hachette, G. Martner, L. Solís, P. Tinoco). Bogotá: Fedesarrollo, 1974, 111 p.

“Distribution and Growth in Belindia: A Structuralist Synthesis”. Brasilia: Textos para Discussão n. 17, Departamento de Economia da Universidade de Brasília, maio 1974.

1976

"The unequalizing spiral: a first growth model for Belindia" (com Lance Taylor), Quarterly Journal of Economics, 90, 1976: 197-218.

"Algunos malentendidos sobre el ‘modelo' económico brasileno", Mensaje (Santiago, Chile), 25(246), janeiro-fevereiro 1976: 48-9.

“On Some Contributions to the Brazilian Income Distribution Debate”. Cambridge, MA: Development Discussion Paper n. 11, Harvard Institute for International Development, Fevereiro 1976.

1977

"Prices and power relations" (resenha bibliográfica de Terms of Trade and Class Relations, por Ashok Mitra. Londres: Frank Kass, l977), Economic and Political Weekly (Bombay, India), 12(41), 8 outubro 1977: 1738-9.

"Sobre a taxa de câmbio: um adendo ao artigo de Pastore-Barros-Kadota", Pesquisa e Planejamento Econômico, 7(1), 1977: 237-44.

"Sraffa and classical economics: fundamental equilibrium relationships" (com Dionísio D. Carneiro e Lance Taylor), Metroeconomica, 29, 1977: 39-53. Versão em espanhol em El Trimestre Económico n. 173, 44(1), janeiro-março 1977: 53-72.

"Issues and evidence on recent Brazilian economic growth", World Development, 5 (1/2), janeiro-fevereiro 1977: 47-68.

"Case studies in the estimation of national economic parameters in less developed countries", in R. Berney e H. Schwartz (orgs.), Social and Economic Dimensions of Project Evaluation. Washington DC: Interamerican Development Bank, 1977. Versão anterior, em espanhol, com o título: “Estudios de casos concretos en la estimación de parámetros nacionales en países en desarrollo”, em O. Botero-Páramo, H. Schwartz (orgs.), El Uso de Criterios Socio-Económicos en la Evaluación de Proyectos. Washington, DC: Banco Interamericano de Desarrollo, 1974, 255 p.

1978

"Brazilian income distribution in the 1960s: 'facts', model results and the controversy" (com Lance Taylor), Journal of Development Studies 14(3), abril 1978: 271-97. Reproduzido em Lance Taylor et al., Models of Growth and Distribution for Brazil. Nova York: Oxford University Press, 1980. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 43-88.

"An interpretation of unequal exchange from Prebisch-Singer to Emmanuel", Journal of Development Economics, 5(4), dezembro 1978: 319-30. Versão em espanhol com novo apêndice em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 360-373.

"O Brasil e a crise de petróleo: análise e perspectivas", Revista de Finanças Públicas, 38(335), julho/agosto/setembro 1978: 42-60.

"Growth and inequality in Brazil: comments to Prof. Morley's paper", Luso-Brazilian Review, 15(2), 1978.

"A visão do modelo", depoimento em Delcio M. de Lima, Brasil: O Retrato sem Retoque. Livraria Francisco Alves, 1978: 63-70.

1979

"The Kuznets curve and beyond: growth and changes in inequalities", em E. Malinvaud (org.), Economic Growth and Resources. Vol. I. The Major Issues (Proceedings of the 5th World Congress of the International Economic Association, Toquio, 28/9 - 4/9/1977.) Macmillan, 1979. Publicado em português, no Brasil, em Política Econômica e Distribuição de Renda. Paz e Terra, 1978. Em Portugal, em Economia 2(2), maio 1978: 173-200. Em espanhol, em O. Munoz (org.), Distribución del Ingreso en América Latina. Argentina: El Cid Editor, 1979. Versão em espanhol também em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 18-42.

"Notes on the Brazilian experience with minidevaluations, 1968/1977", Journal of Development Economics, 6(4), dezembro 1979: 463-82.

"Crescimento econômico e salários urbanos e rurais: o caso do Brasil", Pesquisa e Planejamento Econômico, 9(4), dezembro 1979: 585-628. Tradução para o inglês em Brazilian Economic Studies, 7, 1983: 131-68. Versão revista em inglês em S. Teitel e M. Syrquin (orgs.), Trade, Stability, Technology, and Equity in Latin America. Academic Press, 1982: 449-72. Versão em espanhol deste livro publicada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, Washington, DC, 1984. Versão em espanhol também em: Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 89-112.

"Measurement of poverty in Brazil" (com M. Helena Balthazar), Desarrollo Rural en las Américas, 11(3), setembro/dezembro 1979: 165-80.

"Reforma agrária e salários urbanos e rurais", Conjuntura Econômica, 33(7), julho 1979: 73.

Report of the Research Advisory Panel on Industrial Development and Trade. Como membro do painel de consultores. Washington, DC: Banco Mundial, 1 maio 1979, 90 pags.

The Balance of Payments Adjustment Process in Developing Countries: The experience of Brazil. UNCTAD/UNDP: Studies on International Monetary and Financial Issues for the Developing Countries, Project INT/75/015, Fevereiro 1979.

1980

"Industrialization and agricultural development", em J. Cody, H. Hughes, D. Wall (orgs.), Policies for Industrial Progress in Developing Countries. Oxford University Press, 1980. Reproduzido parcialmente em G. M. Meyer (org.), Leading Issues in Economic Development, 6a. ed., Oxford U. Press, 1996: 385-89. Versão em português em Política Econômica e Distribuição de Renda. Paz e Terra, 1978: 79-115. Reproduzido em Ensaios de Opinião, 9, 1978: 19-29.

"Selected issues on recent Brazilian economic growth", em L. Taylor et al., Models of Growth and Distribution for Brazil. Oxford University Press, 1980: 17-48. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 117-146.

"Notas sobre crescimento e inflação", Revista Brasileira de Economia, 4(34), Outubro/Dezembro 1980.

"Crescimento econômico, salários urbanos e rurais: o caso do Brasil - Réplica", Pesquisa e Planejamento Econômico, 10(2), agosto 1980.

"Brasil na Nova Ordem Econômica Internacional: Aspectos financeiros", Revista da ANPEC - Economia, 3(4), outubro 1980: 39-41.

"Apresentação" a Lauro Campos, A Crise da Ideologia Keynesiana. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1980: l3-4.

1981

"The impact of the float on LDCs: Latin American experiences in the 1970s", in J. Williamson (org.), Exchange Rate Rules: The Theory, Performance and Prospects of the Crawling Peg. Macmillan, 1981. Versão em português em Pesquisa e Planejamento Econômico, 10(2), agosto 1980: 408-34. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 245-264.

"Balanço de pagamentos, inflação e crescimento: uma reinterpretação do modelo de dois hiatos", em ANPEC, IX Encontro Anual de Economia, Vol. 4. Olinda, 8-11/12/1981.

"Comments on Gains to Latin America from trade liberalization measures in developed and developing nations", The Quarterly Review of Economics and Business, 21(2), verão 1981: 258-9. Reproduzido em W. Baer e M. Gillis (orgs.), Export Diversification and the New Protectionism. Champagne, Illinois: Bureau of Economic and Business Research, University of Illinois at Urbana-Champagne, 1981: 258-9.

"Análise macroeconômica: uma introdução metodológica", Revista de Economia Política, 1(4), outubro/dezembro 1981.

“Panel: Apertura Financiera y Efectos sobre el Desarrollo Nacional” (com M. Bruno, R. Dornbusch e A. Fishlow). Santiago: CIEPLAN (Notas Tecnicas n. 40), 1981,  31 p.

1982

"International monetary and financial issues from a national perspective", em R. Ffrench-Davis e E. Tironi (orgs.), Latin America and the New International Economic Order. Macmillan, 1982. Versão em espanhol desse livro, com o título Hacia un Nuevo Orden Económico Internacional: Temas Prioritarios para América Latina. México: Fondo de Cultura Econômica, 1981.

"Inflação: uma agenda não-monetarista", em M.C. Tavares e M.D. David (orgs.), A Economia Política da Crise. Editora Vozes, 1982.

"International financial intermediation: a long and tropical view” (com Carlos F. Diaz-Alejandro), Princeton Essays in International Finance n. 147, maio 1982, 42 pags. Versão prévia em português, com o título "Mercados financeiros internacionais: uma perspectiva latino-americana", em Estudos Econômicos, 11(3), dezembro 1981: 53-92. Versão abreviada, em inglês, com o título "Tropical reflections on the history and theory of international financial markets", em G. K. Helleiner (org.), For Good or Evil: Economic Theory and North-South Negotiations. Canada: University of Toronto Press, 1982: 133-51. Versão intermediária em espanhol em R. Ffrench-Davis (org.), Las Relaciones Financieras Externas: Su Efecto en la Economia Latinoamericana. Mexico: Fondo de Cultura Económica, 1983: 15-58. Versão definitiva em espanhol, com o título: “Intermediación financiera internacional: um enfoque desde la semiperiferia”, em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 265-309.

"Por uma política econômica positiva", em Persio Arida (org.), Dívida Externa, Recessão e Ajuste Estrutural: o Brasil Diante da Crise. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982: 171-80.

"Crescimento com oferta limitada de divisas: uma reavaliação do modelo de dois hiatos", Pesquisa e Planejamento Econômico, 12(2), agosto 1982: 285-310 [Prêmio Haralambos Simeonides da ANPEC, para o melhor artigo em economia em 1982]. Versão em espanhol em Económica (La Plata, Argentina), 29 (2-3), Maio-Dezembro 1983: 241-66. Versão em inglês, com o título "Economic growth with limited supplies of foreign exchange: a reappraisal of the two gap model" em M. Syrquin, L. Taylor e L. Westphal (orgs.), Economic Structure and Performance - Essays in Honor of Hollis B. Chenery. Nova York: Academic Press, 1984.

"Resenha bibliográfica de William Cline e Sidney Weintraub, Economic Stabilization in Developing Countries (Washington DC: The Brookings Institution, 1981)", em Pesquisa e Planejamento Econômico, 12(2), agosto 1982: 633-6. Versão em inglês em Economic Development and Cultural Change, 1984.

Abertura Financeira ao Exterior: Perspectivas Latino-Americanas. Relatório de Pesquisa para o PNPE/IPEA. Rio de Janeiro: Departamento de Economia da PUC/RJ, Julho 1982, 176 págs.

1983

"O Brasil no FMI: projeções sombrias e alguma utopia", Revista da ANPEC - Economia, 6(7), setembro 1983: 31-4.

"Apertura financiera y sus efectos en el desarrollo nacional", em R. Ffrench-Davis (org.), Las Relaciones Financieras Externas: Su Efecto en la Economia Latinoamericana. México: Fondo de Cultura Económica, 1983: 402-6.

"Vicissitudes of recent stabilization attempts in Brazil and the IMF alternative", em J. Williamson (org.), IMF Conditionality. Washington, DC: Institute for International Economics/MIT Press, 1983: 323-40. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 147-164.

"The IMF and the prospects for adjustment in Brazil", in J. Williamson (org.), Prospects for Adjustment in Argentina, Brazil, and Mexico. Washington DC: Institute for International Economics/ MIT Press, 1983: 323-40. Versão em espanhol, com o título “Perspectivas de un desajuste: la deuda de Brasil”, Nueva Sociedad, 67, julho/agosto 1983: 106-12.

"Inflation, growth and wage policy: a Brazilian perspective" (com Francisco Lopes), Journal of Development Economics, 13(1-2), agosto/outubro 1983: 1-20. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 422-444.

"A critique of Southern Cone monetarism", International Social Science Journal (UNESCO), 35(3), 1983: 412-24. Versão em português em Pesquisa e Planejamento Econômico, 13(2), agosto 1983: 489-506.

"Prólogo para a terceira carta", Revista de Economia Política, n. 12, 3(4), outubro/dezembro 1983: 5-20. Reproduzido em A. Moura da Silva et al., FMI vs Brasil: A Armadilha da Recessão. São Paulo: Gazeta Mercantil, 1983: 113-27. Versão em inglês em Industry and Development (UNIDO), 12, junho 1984: 101-13. Versão em espanhol em El Trimestre Económico, 51(3), julho-setembro 1984: 471-83; e em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 165-179.

Mudança Estrutural e Desequilíbrios Financeiros na Economia Mundial (Relatório Especial sobre Conjuntura Econômica Internacional) (com A. L. Resende, P. Malan e W. Fritsch). Rio de Janeiro: Departamento de Economia, PUC/RJ, processado, fevereiro 1983.

A Conjuntura Econômica Internacional (com A. L. Resende, P. S. Malan e W. Fritsch). Rio de Janeiro: Departamento de Economia, PUC/RJ, processado, março 1983.

América Latina, Brasil e FMI: Ensaios sobre Abertura Financeira, Dívida Externa e Políticas de Estabilização. Relatório de Pesquisa para o PNPE/IPEA. Rio de Janeiro: Departamento de Economia da PUC/RJ, Agosto 1983.

1984

"Balanço de pagamentos: uma análise de desequilíbrio para economias semi-industrializadas" (com Pérsio Arida), Pesquisa e Planejamento Econômico, 14(1), abril 1984: 1-58. Versão revista e abreviada em inglês, com o título "Balance of payments: a disequilibrium analysis for semi-industrialized economies", Journal of Development Economics, 27, 1987: 85-108. Reproduzido em P. Bardhan, J. Behrman, A. Fishlow, orgs., International Trade, Investment, Macro Policies and History: Essays in Memory of Carlos F. Díaz-Alejandro. North Holland, 1987: 85-108. Versão em espanhol em E. Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 395-421.

"Complementación vs integración: estilos latinoamericanos de apertura financeira al exterior", em J. A. Ocampo (org.), La Política Económica en la Encrucijada. Bogotá: Banco de la República/Editorial Presencia, 1984: 77-95. Reproduzido em: Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 310-327.

"Choques externos e perspectivas de crescimento: o caso do Brasil, 1973-89", Pesquisa e Planejamento Econômico, 14(3), dezembro 1984: 583-622. Versão em inglês em World Development, 14(8), agosto 1986: 919-36; reproduzida em D. E. Hojman (org.), Economics Models in Latin America. Londres: Chapman and Hall, 1989. Versão em espanhol em Edmar Bacha, El Milagro y la Crisis. FCE, 1986: 180-212.

1985

"Contabilidade dos choques externos: o caso da América Latina, 1978-1982", Pesquisa e Planejamento Econômico, 15(2), agosto 1985.

"O fim da inflação no reino de Lisarb", Revista de Economia Política, 5(1), janeiro-março 1985: 126-43. Versão com o título “A história do fim da inflação no reino de Lisarb”, em O Globo, 25/11/1984.

"Resenha bibliográfica de Lance Taylor, Structuralist Macroeconomics. New York: Basic Books, 1983", em Pesquisa e Planejamento Econômico 15(1), abril 1985: 249-54. Versão em inglês em Journal of Money, Credit and Banking, 17(4, Parte I), novembro 1985: 539-41.

"Inflaflução: os preços em alta no país do futebol", Nova Imagem (Revista Interna do IBGE), no. 1, novembro 1985. Reproduzido em E. Bacha, Belíndia 2.0.

Compensatory Financing of Export Earnings Shortfalls (como membro do Grupo de Especialistas da UNCTAD). Nova York: Nações Unidas TD/B/1029/Rev. 1, 1985.

Uma Nova Política para a Educação Superior Brasileira (como membro da Comissão Nacional para a Reformulação da Educação Superior). Brasília: Ministério da Educação, novembro 1985.

Endividamento Externo na América Latina: Perspectivas Macroeconomicas. Relatório de Pesquisa para o PNPE/IPEA. Rio de Janeiro, Janeiro 1985.

1986

"The World Bank and structural adjustment in Latin America" (com Richard Feinberg), World Development, 14(3), 1986: 333-46. Versão em espanhol em Sistema Económico Latinoamericano [SELA], El FMI, el Banco Mundial y la Crisis Latinoamericana. Siglo XXI: 78-104. Versão em português em E. Bacha e M. Rodriguez (orgs.), Recessão ou Crescimento: o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Paz e Terra, 1987: 69-100.

"Terms of reference for the country studies", World Development, 14(8), Agosto 1986: 909-18. Reproduzido em UNCTAD, International Monetary and Financial Issues for the Developing Countries. Nova York: United Nations, 1987: 183-206. Também reproduzido em S. Dell (org.), The International Monetary System and its Reform, Part III. North-Holland, 1987: 1012-30.

"El FMI y el Banco Mundial: un memorandum latinoamericano" (com Miguel Rodriguez), em Sistema Económico Latinoamericano [SELA], El FMI, el Banco Mundial y la Crisis Latinoamericana. Siglo XXI, 1986: 11-59. Versão em português em E. Bacha e M. Rodriguez (orgs.), Recessão ou Crescimento: o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Paz e Terra, 1987: 13-68.

"El papel futuro del Fondo Monetario Internacional en América Latina: temas y proposiciones", em Sistema Económico Latinoamericano [SELA], org., El FMI, el Banco Mundial y la Crisis Latinoamericana. Siglo XXI, 1986: 60-77. Versão em português em E. Bacha e M. Rodriguez (orgs.), Recessão ou Crescimento: o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Paz e Terra, 1987: 101-22.

"Banco Mundial: un memorandum brasileño", em Sistema Económico Latinoamericano [SELA], org., El FMI, el Banco Mundial y la Crisis Latinoamericana. Siglo XXI, 1986: 200-18. Versão em português em E. Bacha e M. Rodriguez (orgs.), Recessão ou Crescimento: o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Paz e Terra, 1987: 169-94.

"Observações preliminares sobre a estratégia econômica do novo governo brasileiro", Revista de Economia Política, 6(1), jan/mar 1986: 125-37.

"Carlos: alegria, alegria”, Journal of Development Economics 21 (1986). Versão em espanhol em El Trimestre Económico.

"Sobre o cálculo dos fatores de atualização do DL 2284", Revista de Economia Política, 6(3), jul/set 1986: 107-8.

1987

"La inercia y el conflicto: el Plan Cruzado y sus desafíos", em Sistema Económico Latinoamericano [SELA], org., Políticas de Ajuste: Financiamiento del Desarrollo en América Latina. Caracas, Venezuela: Editorial Nueva Sociedade, 1987: 215-36. Reproduzido em Estudios Económicos (El Colegio de México), número extraordinario, outubro 1987: 167-86. Versão original em português: Texto para Discussão n. 131, Departamento de Economia, PUC/RJ, julho 1986.

"O sistema de condicionalidades do FMI: uma proposta de reforma", Pesquisa e Planejamento Econômico, 17(2), agosto 1987: 333-42. Versão em inglês: "IMF conditionality: conceptual problems and policy alternatives", World Development, 15(12), 1987: 1457-67.

Relatórios sobre Conjuntura Econômica Internacional (com M. P. Abreu e W. Fritsch). Rio de Janeiro: Departamento de Economia da PUC/RJ, processados: 4/1987, 11/88, 5/1989, 12/1989, 6/1990, 12/1990, 8/1991, 1/1992, 7/1992.

The Role of the IMF in Adjustment with Growth (como membro do grupo de trabalho do Grupo dos 24). Washington, DC: Inter-governmental Group of 24 on International Monetary Affairs, 25 de março de 1987. Reproduzido em IMF Survey [Supplement on the Group of 24 Deputies' Report], 10 agosto 1987, 20 pags.

Development under Siege: Constrainsts and Opportunities in a Changing World Economy. The CDP Report 1987 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento, do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas). Nova York: Nações Unidas, 1987, 21 págs.

1988

"Latin America's debt: a reform proposal", em J. Chacel, P. Falk, and D. Fleischer (orgs.), Brazil's Economic and Political Future. Boulder, CO: Westview Press, 1988: 21-6.

"Brazilian-based reflections: debt, stabilization, and growth", in T. F. Bradshaw, D. F. Burton Jr., R. N. Cooper, e R. B. Hormats (orgs.), America's New Competitors: The Challenge of the Newly Industrializing Countries. Cambridge, MA: Ballinger Publishing Co., 1988 (290 págs.): 19-29.

"Moeda, inércia e conflito: reflexões sobre políticas de estabilização no Brasil" [Aula Magna do XV Encontro Nacional da ANPEC; Salvador, Bahia, 3 de dezembro de 1987], Pesquisa e Planejamento Econômico, 18(1), abril 1988: 1-16. Reproduzido em J. M. Rego (org.), Aceleração Recente da Inflação: A Teoria da Inflação Inercial Reexaminada. São Paulo: Editoral Bienal, 1989: 141-58.  Reproduzido com pequenas mudanças em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 57-74.

"Entre a acomodação e o confronto: os dilemas da renegociação da dívida externa brasileira, 1983-1987", Revista de Economia Política/30, 8(2), abril-junho 1988: 48-66.

"La captura del descuento: hacia un mecanismo de reconstrucción de la deuda en el Banco Mundial y el FMI", Capítulos SELA, 19, (Caracas, Venezuela: Sistema Económico Latinoamericano), abril-junho 1988: 34-39. Reproduzido em português em: "A apropriação do desconto: com vistas a uma agência da dívida junto ao Banco e o Fundo", em Luiz C. Bresser Pereira (org.), Dívida Externa: Crises e Soluções. Editora Brasiliense, 1989: 117-33.

"When supply and demand don't intersect: Latin America and the Bretton Woods institutions in the 1980s" (com Richard Feinberg), Development and Change, 19(3), julho 1988: 371-400. Versão em espanhol, com o título "Cuando la oferta y la demanda no se cruzan: América Latina y las instituciones de Bretton Woods en la década de los ochenta", em R. Bouzas (org.), De Espaldas a la Prosperidad: America Latina y la Economía Internacional a Fines de los Ochenta. Buenos Aires, 1988.

"A dívida externa brasileira: do milagre ao fundo" (com Pedro Malan), em A. Stepan (org.), Democratizando o Brasil. Paz e Terra, 1988. Versão em inglês, com o título: "Brazil's debt: from the Miracle to the Fund", em A. Stepan (org.), Democratizing Brazil: Problems of Transition and Consolidation. Oxford U. Press, 1989: 120-40.

"Escaping confrontation: Latin America's debt crisis in the late 1980s", em Silvio Borner (org.), International Finance and Trade in a Polycentric World. Proceedings of a Conference Held in Basel by the International Economic Association. Macmillan, 1988: 38-51.

"A estagnação econômica da América Latina", Revista Brasileira de Economia, 42(4), out/dez 1988: 395-409. Primeira versão em inglês: "Economic trends in Latin America", em S. Naya, M. Urrutia, S. Mark e A. Fuentes (orgs.), Lessons in Development: A Comparative Study of Asia and Latin America. San Francisco: International Center for Economic Growth. Distribuído por Kampmann National Book Network (Lanham, Maryland), 1989: 39-51. Segunda versão em inglês: "Latin America's economic stagnation: domestic and external factors", RIS Digest (New Dehli, India), 7(1), 1990: 44-58.

"Comments on Debt and Development", in K. A. Elliot and J. Williamson (eds.), World Economic Problems. Washington, DC: Institute for International Economics, Special Report 7, abril 1988: 172-5.

"Reforma do setor público: o primeiro desafio" (com Rogério Werneck), em Estratégias Alternativas de Desenvolvimento: Alternativas para o Brasil. Relatório Interno n. 08, INPES/IPEA, Rio de Janeiro, maio 1988: 26-32.

"Apresentação" a José Márcio Camargo e Carlos Alberto Ramos, A Revolução Indesejada: Conflito Distributivo e Mercado de Trabalho. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1988: v-vi.

"Apresentação" a John Williamson, A Economia Aberta e a Economia Mundial. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1988: vii-viii.

"Introduction" [ao Seminar on Macroeconomic Adjustment and Growth], co-autorado com Sebastian Edwards, Journal of Development Economics, 29(3), novembro 1988: 249-51. Versão em espanhol em El Trimestre Económico, 56 (número especial), julho 1989: 3-4.

Human Resources Development: A Neglected Dimension of Development Strategy. The CDP Report 1988 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas). Nova York: Nações Unidas, 1988, 45 págs.

1989

"View and reviews", in Development Center of the Organisation for Economic Co-Operation and Development, The Impact of Development Projects on Poverty. Paris: OECD, 1989: 79-86.

"La crisis de la deuda latinoamericana y la función del Banco Mundial en el ajuste estructural", CEMLA - Boletín, 35(3), maio-junho 1989: 117-33. Também em A. Banda, U. Della Mea, D. Vaz (orgs), Lecciones de la Crisis: Los Programas de Ajuste en América Latina. Mexico, DF: CEMLA, 1995.

"Um modelo de três hiatos", Pesquisa e Planejamento Econômico, 19(2), agosto 1989: 213-32. Versão em espanhol: El Trimestre Económico, 57 (número especial), dezembro 1990: 41-60. Reproduzida em Boletín del CEMLA, 36(5), Set/Out 1990: 259-68. Versão em inglês: "A three gap model of foreign transfers and the GDP growth rate in developing countries", Journal of Development Economics, 32(2), abril 1990: 279-96. Reproduzida em P. J. Burnell e O. Morrissey (orgs.), Foreign Aid in the New Global Economy. Edward Elgar Publishing, 2004: 289-306.

“A economia brasileira e os riscos da hiperinflação”, em L. G. Belluzzo et al., Hiperinflação. São Paulo: Dinheiro Vivo Agência de Informações Ltda., c/setembro 1989.

"Comments" [ao ensaio de Paul Krugman sobre os países em desenvolvimento na economia mundial], Daedalus, 118(1), Winter 1989: 203-4. Reproduzido em Francis X. Sutton (org.), A World to Make: Development in Perspective. New Brunswick (EUA): Transactions Publishers, 1990: 198-9.

"Plenary session commments on the future prospects of development", Daedalus, 118(1), Winter 1989: 231-2. Reproduzido em Francis X. Sutton (org.), A World to Make: Development in Perspective. New Brunswick (EUA): Transactions Publishers, 1990: 269-70.

Para a Superação da Crise [Projeto apresentado ao 1o. Seminário de Estudos do Partido da Social Democracia Brasileira, Brasília, 23/9/1989], em colaboração com Hélio Jaguaribe, André Lara Resende e Winston Fritsch. Revista de Economia Política, 9 (1), jan/mar 1989: 30-46.

Elements of an International Development Strategy for the 1990s. The CDP Report 1989 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas). Nova York, 1989.

"The Brady speech and the debt facility: an evaluation of policy alternatives for Latin America", Texto para Discussão n. 224, Departamento de Economia, PUC/RJ, maio 1989.

1990

"Política de estabilização e necessidades de financiamento do governo", em J.P.Reis Velloso (org.), Brasil: Agenda para Sair da Crise - Inflação e Déficit Público. Rio de Janeiro: José Olympio, 1990: 237-40.

"O Plano Collor e seu futuro", em M. D. David (org.), Social Democracia Hoje. Rio de Janeiro: Mec e Editora Ltda, 1990: 175-84.

"Escenarios económicos y políticos para Brasil en los `90", em M. Hirst (org.), Argentina/Brasil: Perspectivas Comparativas y Ejes de Integración. Buenos Aires: Editorial Tesis, 1990: 45-49.

"O fisco e as divisas: um novo enfoque para a dívida externa", Nova Economia (FACE/UFMG, Belo Horizonte, MG), 1(1), nov. 1990: 37-49. Versão prévia: "O fisco e as divisas: uma proposta para a renegociação da dívida externa", em Boletim de Conjuntura Internacional (Brasília: SEPLAN-PR/Secretaria de Assuntos Internacionais), 1(1), 1990: 31-43. Versão resumida, com o título: "Reformas estruturais e renegociação da dívida externa", em J. P. Reis Velloso (org.), As Perspectivas do Brasil e o Novo Governo.Editora Nobel,1990: 103-7.

"Crise da dívida, transferências externas e taxa de crescimento dos países em desenvolvimento", Revista Brasileira de Economia, 44(3), jul./set. 1990: 437-56. Reproduzido em F. H. Barbosa (org.), Estabilização e Crescimento Econômico na América Latina. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Ed., 1991: 159-76. Versão revista, em ingles, com o título: "External debt, net transfers, and growth in developing countries", World Development, 20(8), agosto 1992: 1183-92.

Regional Trading Blocks: A Threat to the Multilateral Trading System?  The CDP Report 1990 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas). Nova York, 1990.

1991

"Alguns princípios para a reforma do sistema financeiro nacional". Revista de Economia Política/41, 11(1), jan-mar 1991: 122-29.

"Perspectivas econômicas brasileiras em regime de feijão com arroz à la Marcílio", em M. D. David (orgs.), Economia e Politica da Crise Brasileira: A Perspectiva Social-Democrata. Rio de Janeiro: Rio Fundo Editora, 1991: 79-84.

Revolution and Reform in Eastern Europe and the Soviet Union: The Global Development Impact. The CDP Report 1991 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas). Nova York, 1992, 65 págs.

"The Brady Plan and beyond: new options for debt management in Latin America". Texto para Discussao n. 257, Departamento de Economia, PUC/RJ, maio 1991.

1992

"Comments on ‘Adjustment programs and Bank support: rationale and main results', by V. Corbo and S. Fischer", in V. Corbo, S. Fischer, S. Webb (eds.), Adjustment Lending Revisited: Policies to Restore Growth. Washington, DC: The World Bank, 1992: 19-20.

"Round table discussion: adjustment strategies for the 1990s", in V. Corbo, S. Fischer, S. Webb (eds.), Adjustment Lending Revisited: Policies to Restore Growth. Washington, DC: The World Bank, 1992: 179-80.

“Política brasileira de café: uma avaliação centenária”, em Edmar Bacha e Roberto Greenhill, 150 Anos de Café. Rio de Janeiro: Salamandra Consultoria Editorial S.A/Marcellino Martins & E. Johnston, 1992. Versão em inglês: "Brazilian coffee policy: a centennial evaluation", in E. Bacha e R. (ed.), 150 Years of Coffee. Rio de Janeiro: Salamandra/Marcellino Martins and E. Johnston Exportadores Ltda., 1992.  2ª. edição revista em português, 1993: 13-133. Reeditado em E. Bacha, Belindia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 305-408.

Poverty Alleviation and Sustainable Development: Goals in Conflict?  The CDP Report 1992 (como membro do Comitê de Planejamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas). Nova York, 1992, 69 págs.

1993

"Stabilization policies in developing countries: old truths and new elements" (com Dionísio D. Carneiro), em P. Bardhan, M. Dutta-Chaudhuri, and T. N. Krishnan (orgs.), Development and Change: Essays in Honour of K. N. Raj. New Dehli: OUP, 1993. Versão em português, com o título: “Programas de estabilização em países em desenvolvimento: antigas verdades e novos elementos”, em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 75-114.

"Savings and investment for growth resumption in Latin America: The cases of Argentina, Brazil, and Colombia”, em E. Bacha (org.), Savings and Investment Requirements for Growth Resumption in Latin America (Washington, DC: IDB, 1993. Versão em espanhol: "El ahorro y la inversion para la restauración del crecimiento en America Latina", em E. Bacha (org.), Requisitos de Ahorro y Inversion para  Restaurar el Crecimiento en America Latina (Rio de Janeiro: Campus, 1993).

"Selected international policy issues on private market financing for developing countries", em UNCTAD, International Monetary and Financial Issues for the 1990s. Volume III. New York: United Nations, 1993: 71-84.

"Comment on 'Workers' participation in management versus social ownership and government policies: Yugoslav lessons for transforming socialist economies', by J. Pasnikar e J. Svejnar", em A. B. Atkinson (org.), Alternatives to Capitalism: The Economics of Partnership. Londres: Macmillan,1993: 126-9.

1994

"O fisco e a inflação: uma interpretação do caso brasileiro", Revista de Economia Polìtica,/53, 14(1), jan/mar 1994: 5-17. Reproduzido em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 115-134.

"Redemocratization and economic reform in Brazil" (com B. Lamounier), em J. Nelson (ed.), A Precarious Balance: Democracy and Economic Reforms in Latin America. Volume II. San Francisco, CA: International Center for Economic Growth and Overseas Development Council, 1994: 143-85.

"Latin America's reentry into private financial markets: domestic and international policy issues", Revista Brasileira de Economia, 48(4), out/dez 1994: 443-62.

1995

"Plano Real: uma avaliação preliminar", Revista do BNDES, 3, jun 1995: 3-26. 

"Selected international policy issues on private market financing for developing countries", em G. Helleiner, E. Bacha, S. Abrahamiam, R. Lawrence e P. Malan (orgs.), Poverty, Prosperity and the World Economy: Essays in Memory of Sidney Dell. New York: St. Martin Press, 1995: 167-84.

“25 anos de PPE”, Pesquisa e Planejamento Econômico, 25 (1), abril 1995: 3-6.

"RFFSA: o modelo de desestatização de serviços de transporte de carga" (com Clarissa Lins), Revista Ferroviária, 11/1995.

"Apresentação" a Regis Bonelli, Ensaios sobre Política Econômica e Industrialização no Brasil. Rio de Janeiro: SENAI, 1995.

1996

"Plan Real: una segunda evaluación", Conyuntura Económica (Bogotá, Colombia), 26 (3), set 1996: 79-93. Versão em português, com o título, "Plano Real: uma segunda avaliação", em O Plano Real e Outras Experiências Internacionais de Estabilização. Brasília: IPEA/CEPAL, 1997: 177-204.

"Tendências de abertura do setor elétrico, financiamentos e garantias do Banco Mundial: debate", em COPEL, Reforma do Setor Elétrico: Livro Acesso e Regulamentação. Curitiba, PR: COPEL, 1996.

"Edmar Lisboa Bacha", depoimento em C. Biderman, L. Cozac e J. Rego (orgs.), Conversas com Economistas Brasileiros. São Paulo: Editora 34, 1996.

1997

“Composição da taxa de juros”, em Anais do Seminário Aspectos Jurídicos do Sistema Financeiro: Escola Nacional de Magistratura/ANBID, 4-6 set. 1997.

“Privatização e financiamento no Brasil” (com John Welch), em J.P. dos Reis Velloso (org.), Brasil: Desafios de uma País em Transformação. Rio de Janeiro: Jose Olympio, 1997: 31-44.

1998

“Memória acadêmica”, Economia Aplicada 2(1), jan-mar 1998:  197-210.

Promoting growth, employment, and social welfare in Brasil (Como membro do comitê assessor). São Paulo: McKinsey Global Institute, fevereiro 1998.

2000

“A ‘Nova Economia’: Promessas e Realizações”, em Revista do 21o. Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão. Salvador, Bahia, 20-22/11/2000, págs. 14-17. Versão revista, com o título: “Nova Economia: Revolução Global”, Conjuntura Econômica, 55 (02), fevereiro 2001: 14-16.

2001

“Crescimento e produtividade no Brasil: o que nos diz o registro de longo prazo”, com Regis Bonelli. Rio de Janeiro: Seminários da Diretoria de Estudos Macroeconômicos do IPEA 52, 2001.

Rebuilding the International Financial Architecture. Emerging Markets Eminent Persons Group Report (Como membro do grupo de pessoas eminentes). Seul, Coréia: Institute for Global Economics, outubro 2001.

2002

“Do Consenso de Washington ao Dissenso de Cambridge”, em Ana Celia Castro (org.), Desenvolvimento em Debate: Novos Rumos do Desenvolvimento no Mundo. Rio de Janeiro: Mauad: BNDES, 2002, págs. 359-65. Versão abreviada em Valor/EU&Fim de Semana,3 (115), 27-29/09/02, capa e págs. 10 a 12.

 “2002 Brazil Summit Speech”, Conference Report. New York: Brazilian American Chamber of Commerce, maio 2002: 18-9.

2003

"Brazil's Plano Real: a view from the inside", em A. K. Dutt and Jaime Ros (orgs.), Development Economics and Structuralist Macroeconomics: Essays in Honor of Lance Taylor. Edgar Elgar Publishing Ltd., 2003: 181-205.  Versão revista de: “O Plano Real: uma avaliação”, em Aloizio Mercadante (org.), O Brasil pós-Real: A Política Econômica em Debate. Campinas, SP: Unicamp, IE, 1997: 11-70. Reeditado em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 125-175.

“Reflexões pós-cepalinas sobre inflação e crise externa”, Revista de Economia Política 23(3), n. 91, julho-setembro 2003: 143-50. Versão abreviada, com o título: “O fim da trilogia monetária/Em busca de um mercado equilibrado”, Valor/EU&Fim de Semana 3 (126), 3 janeiro 2003.

2004

“Elementos para uma economia política das reformas no governo Lula”,  Revista de Economia Política, 24(1), n. 93, jan-mar 2004: 17-28. Versão abreviada, com o título “As Alternativas de Lula/Reformas e Crescimento”, em Valor/EU&Fim de Semana, 4 (153), 8-10/08/2003, capa e págs. 10 a 15. Versão em espanhol em Quórum (Revista Iberoamericana – Universidad de Alcalá) no. 7,  inverno 2003 (Madrid, Espanha): 145-56.

“Apresentação” para: Albert Fishlow, Desenvolvimento no Brasil e na América Latina: Uma Perspectiva Histórica. São Paulo: Paz e Terra, 2004: 7-10.

2005

“Credit, interest, and jurisdictional uncertainty: conjectures on the case of Brazil”, com Persio Arida e André Lara Resende, em F. Giavazzi, I. Goldfajn e S. Herrera (orgs.), Inflation Targeting, Debt, and the Brazilian Experience, 1999 to 2003. Cambridge, MA: MIT Press, maio 2005: 265-93. Reeditado em português em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 213-250.

“Uma interpretação das causas da desaceleração econômica do Brasil“, com Regis Bonelli, Revista de Economia Política/99, 25(3), jul.-set. 2005: 163-89. Versão em espanhol em L. Coutinho et al (orgs.), Economía Brasileña Contemporânea. Madrid: Fundación Cultural Hispano-Brasileña/Ediciones Jurídicas y Sociales S.A., 2008: 13-41. Reeditado em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 179-212.

“Introdução” (com L. Chrysostomo), em E. Bacha e L. Chrysostomo (orgs.), Mercado de Capitais e Crescimento Econômico: Lições Internacionais, Desafios Brasileiros. Rio de Janeiro: Contracapa, 2005: 13-30.

“Incerteza jurisdicional e crédito de longo prazo”, em E. Bacha e L. Chrysostomo (orgs.), Mercado de Capitais e Crescimento Econômico: Lições Internacionais, Desafios Brasileiros. Rio de Janeiro: Contracapa, 2005:169-73.

“Prefácio” para A. Castelar P. e J. Saddi, Direito, Economia e Mercados. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2005: xxiii-xxiv.

2006

“Introdução” (com L. Chrysostomo), em E. Bacha e L. Chrysostomo (orgs.), Mercado de Capitais e Dívida Pública: Tributação, Indexação e Alongamento. Rio de Janeiro: Contracapa, 2006.

2007

“Comment” on ‘Financial Openness, Currency Crises and Output Losses’, by Sebastian Edwards, in S. Edwards and M. Garcia (orgs.), Financial Markets Volatility and Performance in Emerging Markets. University of Chicago Press/NBER, 2007.

2008

“Apresentação” a Sergio Ferreira e Fernando Veloso (orgs.), É Possível: Gestão da Segurança Pública e Redução da Violência. Rio de Janeiro: Editora Contracapa, 2008: 7-8.

The Growth Report: Strategies for Sustained Growth and Inclusive Development. Conference Edition. Comission on Growth and Development. (Como membro da comissão). Washington, DC: Banco Mundial, 2008.

2009

“O choque externo e a resposta possível”, em E. Bacha e I. Goldfajn (orgs.), Como Reagir à Crise? Políticas Econômicas para o Brasil. Rio de Janeiro: Imago Editora, 2009.

“Risk, dollarization, and interest rates in emerging markets: a panel-based approach” (com M. Holland e F. M. Gonçalves), World Bank Economic Review, 2009; 23(1): 101 – 117. [Baseado na primeira parte de:  “Is Brazil different? Risk, dollarization, and interest rate in emerging markets” (com M. Holland e F. M. Gonçalves). IMF Working Paper 07/294, dezembro 2007].

 “A panel-data analysis of interest rates and dollarization in Brazil” (com M. Holland e F. M. Gonçalves), Revista Brasileira de Economia, 63(4), 2009: 341-360. [Baseado na segunda parte de: “Is Brazil different? Risk, dollarization, and interest rate in emerging markets” (com M. Holland e F. M. Gonçalves). IMF Working Paper 07/294, dezembro 2007].

2010

“Nosso problema é a natureza ser um bem sem dono”, entrevista para Ricardo Arnt, em Ricardo Arnt (org.), O Que os Economistas Pensam sobre Sustentabilidade. São Paulo: Editora 34, 2010: 51-64.

“Apresentação” a Dionisio Dias Carneiro e Monica Baumgartem de Bolle (orgs.), A Reforma do Sistema Financeiro Americano: Nova Arquitetura Internacional e o Contexto Regulatório Brasileiro. Rio de Janeiro: LTC, 2010.

Post-Crisis Growth in Developing Countries: A Special Report of the Commisssion on Growth and Development on the Implications of the 2008 Financial Crisis. [Como membro da comissão]. Washington, DC: Banco Mundial, 2010.

2011

“Recent commodity price boom and Latin American growth: more than new bottles for an old wine?” (com A. Fishlow). In: J. A. Ocampo e Jaime Ros (orgs.), The Oxford Latin America Economics Handbook. OUP, 2011: 394-410. Versão em português em E. Bacha, Belíndia 2.0. Civilização Brasileira, 2012: 409-435.

“Além da Tríade: Como Reduzir os Juros?”. In: E. Bacha e M. de Bolle (orgs.), Novos Dilemas da Política Econômica: Ensaios em Homenagem a Dionisio Dias Carneiro. Rio de Janeiro: LTC, 2011: 130-139.

“Prefácio” a Albert Fishlow, O Novo Brasil: As Conquistas Políticas, Econômicas, Sociais e nas Relações Internacionais. São Paulo: Saint Paul Editora, 21.

“Introdução” (com Simon Schwartzman), em E.Bacha e S. Schwartzman, Brasil: A Nova Agenda Social. Rio de Janeiro: LTC Editores, 2011: 1-20.

2012

“Introdução” (com Monica de Bolle), em E. Bacha e M. de Bolle (orgs.), O Futuro da Indústria no Brasil: Desindustrialização em Debate. Civilização Brasileira, 2012: 13-22.

2013

“Crescimento brasileiro revisitado” (com R. Bonelli). In: Veloso, Fernando; Ferreira, Pedro Cavalcanti; Pessôa, Samuel; e Giambiagi, Fabio (orgs), Desenvolvimento Econômico: Uma Perspectiva Brasileira. Editora Campus/Elsevier, 2013: 236-262.

“Bonança externa e desindustrialização: uma análise do período 2005-2011”. In: E. Bacha e M. B. de Bolle (orgs.), O Futuro da Indústria no Brasil: Desindustrialização em Debate. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013: 97-120.

“Integrar para crescer: o Brasil e a economia mundial”. Em: João Paulo dos Reis Velloso (coord.), Visão de Brasil: Estratégia de Desenvolvimento Industrial. Rio de Janeiro: Forum Nacional, 2013: 47-66. Reproduzido em Revista Brasileira de Comércio Exterior, ano 28, jan/mar 2014: 4-13.

“Prefácio” a Gesner Oliveira e Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho (orgs.), Parcerias Público-Privadas: Experiências, Desafios e Propostas. Rio de Janeiro: LTC Editores, 2013.

“A agenda ignorada: alta dos preços dos bens de capital na explicação dos limites do crescimento”. Em: Padrões de Desenvolvimento Industrial no Brasil: Passado e Futuro. Seminário em Homenagem aos 70 Anos do Professor Regis Bonelli. Rio de Janeiro: Seminários IBRE, FGV/IBRE, 2013: 67-69.

“O discreto erotismo da macroeconomia”. Em: E. Bacha, Belíndia 2.0. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013: 439-444. Versão original em O Globo, 08/07/2012: 30.

De Volta à Autarquia? Antecedentes e Quadro Atual das Políticas Comercial e Industrial no Brasil. Como Membro do Grupo de Trabalho de Política Comercial. Relatório CINDES, Novembro 2013.

2014

“Prefácio” a Luiz Roberto Cunha, Maria Antonietta Leopoldi e Eduardo Raposo (orgs.), Dionisio Dias Carneiro, um Humanista Cético. Rio de Janeiro: LTC Editores, 2014.

“Prefácio” a Simon Schwartzman (org.), A Via Democrática: Como o Desenvolvimento Econômico e Social Ocorre no Brasil. Editora Campus, 2014.

2015

“Uma interpretação estatística do PIB, da PNAD e do mínimo” (com Rodolfo Hoffmann). Revista de Economia Política, 35(1), [138], janeiro-março 2015: 64-74.

2016

“Accounting for the rise and fall of Brazil’s growth after World War II” (com R. Bonelli). In: Mario Damill, Martin Rapetti, Guillermo Rozenwurcel (orgs.), Macroeconomics and Development: Roberto Frenkel and the Economics of Latin America. New York: Columbia University Press, 2016: 188-207.

“Coincident growth collapses: Brazil and Mexico after the 1980s” (com Regis Bonelli). Novos Estudos CEBRAP, edição n. 105, julho 2016: 151-181.

“Prefácio” a Regis Bonelli e Fernando Veloso, A Crise do Desenvolvimento Brasileiro. FGV, 2016.

“Prefácio” a Felipe Salto e Mansueto de Almeida (orgs.), Finanças Públicas. Civilização Brasileira, 2016.

A sair:

“To open or to open: there is no question”. In: Albert Fishlow e Sidney N. Nakahodo (orgs.), Explaining Brazil.   

 “Introdução” a Edmar Bacha (org.), A Crise Fiscal e Monetária Brasileira. Civilização Brasileira, 2016.

“Integrar para Crescer 2.0”. Em J. P. Reis Velloso (org.), Fórum Nacional, Setembro 2016.

 

ARTIGOS EM JORNAIS E REVISTAS NÃO ESPECIALIZADAS

1961-72

"A nova política cafeeira", FACE (Orgão do DA da FACE/UFMG, Belo Horizonte), ano 9, junho 1961: 7.

"Ignácio Rangel e a inflação brasileira: um comentário", FACE (Orgão do DA da FACE/UFMG, Belo Horizonte), ano 11, março 1963. Reproduzido em Mensagem Econômica (Orgão oficial da Associação Comercial de Minas Gerais, Belo Horizonte), março 1963: 18-20.

"Avaliar projetos: um problema, dois critérios", Correio da Manhã (Diretor Econômico), 4/1/71.

"Mão-de-obra, distorção do nosso desenvolvimento", Correio da Manhã, 16/1/72.

"Novos estímulos às exportações podem garantir desenvolvimento" (com Claire Bacha), Jornal do Brasil, 13/8/72.

1978

"Uma dívida a saldar, uma tarefa a cumprir", Boletim do IERJ, set 78: 5.

"Redistribuição: quem deve pagar por uma nova crise?", Diário Comércio & Indústria, 24/08/1978.

"Sobre os índices do custo de vida em 1973", Boletim do Economista (Brasília), 3, out/78: 3.

1980-82

"Conjuntura e política", Boletim do IERJ, 15, ago/set 1980: 16.

"Keynesiano no norte, monetarista no sul?", Exame, 4/11/81: 98.

"Uma política econômica positiva contra a crise", Exame, 3/11/82: 106.

1983

"O Brasil e o FMI: projeções sombrias e alguma utopia", Boletim do IERJ, 23, jan/fev 1983: 8-9.

“As negociações do Brasil com o FMI”, Boletim do IERJ,   março/abril 83

"Os impasses do acordo do FMI: como unir o inútil ao desagradável", Jornal do Brasil (Caderno especial), 29/5/83: 3.

"Mineira esperança", Diário do Comércio (Belo Horizonte), 20/7/83.

"Do caos à recuperação", Boletim da SEMG (Belo Horizonte), Ago. 1983: 6-7.

1984-85

“O processo inflacionário”, Boletim do IERJ,  jan-fev/84

"A história do fim da inflação no reino de Lisarb", O Globo, 25/11/1984.

"Déficit público e inflação", O Globo, 14/4/85.

1987

"A análise da falta de políticas", Diário do Comércio (Belo Horizonte), 11-13/04/87.

"Dívida externa e suspensão de pagamentos", Boletim IERJ, 34, fev/jun 1987: 6-8.

"Decisão do City abre novas possibilidades de negociar a dívida" (em colaboração com Alfred Stepan), Economia em Perspectiva (Carta de Conjuntura do Conselho Regional de Economia - SP), n. 36, Junho 1987: 2-4.

"Dívida externa: confrontação é mau negócio", Opção (Revista da Associação dos Funcionários do Banco Central), 1(3), 1987: 14-6.

1988

"Que inflação é esta?", Jornal do Brasil, 22/6/1988.

"Inflação de julho pôs fim à política do 'feijão com arroz'", Economia em Perspectiva (Carta de Conjuntura do Conselho Regional de Economia/SP), n. 49, Ago. 1988: 1-2.

"A conversão, déficit e inflação", Jornal do Brasil, 17/9/88

1989

"O déficit e as dívidas", Jornal do Brasil, 24/09/89.

"Dez pontos contra a inflação" (com José Serra), Jornal do Brasil, 3/12/89: 34.

"Opções para o Brasil", Jornal do Brasil, 30/7/89.

"O 'documento do PSDB'", Jornal do Brasil, 28/11/89: 11.

"O Brasil e as muitas lições da dívida", Jornal do Brasil (Caderno de economia), 31/12/89: 5.

1990

"Collor e o Congresso" (com Luís Roberto Cunha, Gustavo Franco e Winston Fritsch), Jornal do Brasil, 29/3/90.

"Dívida: mitos e utopias", Jornal do Brasil, 5/9/90.

"Depoimento", em Cenários Sócio-Econômicos 1991. Rio de Janeiro: Insight Engenharia de Comunicação e Marketing Ltda., dezembro 1990: 45-49.

1991-92

"Notas sobre a conjuntura", AMCHAM NewsLetter (The American Chamber of Commerce for Brazil, Rio de Janeiro), 53, Julho 1991. Versões em português e inglês.

"Feijão com arroz à la Marcílio", Folha de São Paulo, 4/7/91: 3.

"Desastre: só 20% de chances", Informe Corecon, 34, dezembro 1991, p. 4.

"Quem tem medo de Itamar?", Jornal do Brasil e Estado de São Paulo, setembro 1992.

"O que é o verdadeiro interesse nacional", revista Exame,  30/9/1992: 114.

1993-95

"Antônio aperta o cinto", Folha de Sâo Paulo,  15/12/1993, 1-3.

"O indexador cerveja", Folha de Sâo Paulo,  28/05/1993, 1-3.

"Aumento em dose dupla",  Folha de São Paulo,  03/09/94, 1-3.

"Feliz aniversário", O Globo,  01/07/95.

1996

Resenha bibliográfica do livro de M. H. Simonsen, 20 Anos de Indexação. Exame, janeiro 1996.

"Os dois déficits", Gazeta Mercantil, 19/03/96.

"Feliz segundo aniversário", O Estado de São Paulo,  1/07/96.

"O déficit, a dívida e o Plano Real",  Exame, 14.08.96, pp. 20-1.

"Março 97 = Março 95 ? Não",  Revista da Industria, 1(21),  02.12.96.

1997-98

Resenha bibliográfica do livro de Gesner Oliveira, Brasil Real. Folha de São Paulo, 2.03.97, p. 5.13.

“Coisa de brasileiro”, revista Veja, 04.03.98, p. 68.

2001

“O que é a ‘nova economia’?“, Companhias em Ação, Boletim da Associação Brasileira das Companhias Abertas, n. 23, junho de 2001, p. 7.

“O ‘argentino’ salva a Argentina?”, O Estado de São Paulo, 27/12/2001, p. B4.

2002

“Sete teses sobre o regime de metas inflacionárias”, Valor Econômico, 7/6/2002, p. A10.

“Um calmante para o mercado”, Folha de São Paulo, 25/6/2002, p. B2.

“Brazil will confound the financial analysts again”, Financial Times, Letters to the Editor, 22/08/2002, p. 10. Vertido para o português, com o título: “Os analistas estão errados”, O Estado de São Paulo, 23/08/2002, p. B4. Versão ampliada em português, com o título “O jogo continua”, O Globo, 23/08/2002, p. 7.

2004

“Lições de uma década”, O Estado de São Paulo, 27/07/2004, p B10.

“Incerteza jurisdicional e crédito de longo prazo”, Valor Econômico, 15/12/2004, p. A14.

2005

“O equilíbrio dos contratos financeiros no Plano Real”, Valor Econômico e Correio Braziliense, 29/08/2004.

“Por uma melhoria do cálculo do PIB”, O Globo, 05/12/05.

2008-09

“Que inflação é esta? O retorno”, site InfoMoney, 23/05/08 (http://web.infomoney.com.br//templates/news/view.asp?codigo=1194402&path=/investimentos/).

“Como o Brasil se comportará”. Revista Endeavor, Novembro 2008, Edição Especial CEO Summit, pp. 22-14.

“Esqueletos à espreita”, O Estado de São Paulo, Caderno Aliás, 27/10/09.

2010

“País em transformação”. Resenha de ‘Convém Sonhar’, de Miriam Leitão. O Globo, Prosa & Verso, 24/07/2010, p. 5.

“Saudades de Dionisio”, Valor Econômico, 18/08/2010, p. A12.

“Promoting a sustainable redirection of world economic patterns”: www.indiapolicyforum.org, 10/10/2010.

“Por um crescimento sustentável”, Valor Econômico, 22/11/2010, p. A11.

“O lado positivo da guerra das moedas”. O Estado de São Paulo, 27/10/2010, p. B2.

“A peça que falta”. Exame CEO. Outubro 2010: 46-50

2011

“Como reduzir os juros”, O Estado de São Paulo, 12/05/2011, p. B2.

“Políticas sociais para o século 21” (com Simon Schwartzman), O Estado de São Paulo, 19/06/2011, p. B2.

“Lições do passado para o Dnit”, O Globo, 01/08/2011, p. 7.

“Repensando as políticas sociais”. O Estado de São Paulo, 17/11/2011, p. B2

“Relativizando a desindustrialização”.O Estado de São Paulo,10/12/2011,p. B2

2012

“Saúde e protecionismo”. Valor, 10/01/2012, p. A8.

“Cotas impróprias”. O Globo, 03/05/2012, p. 7.

“O discreto erotismo da macroeconomia”. O Globo, 07/07/2012, p. 30.

“Sem mudança de rumo, a expectativa é pessimista”. Valor, 19/12/2012, p. F5.

2013

“Existe cura para a doença brasileira?”. Valor, 11/03/2013, p. A12.

“Economia brasileira 2.0”. Valor, 10/05/2013, p. A15.

“Por que os brasileiros gastam tanto no exterior?”. O Globo, 27/05/2013, p. 15.

“Abrir ou abrir, eis a questão”. Valor/EU&Fim de Semana, 27-29/09/2013, pp. 24-29.

“De costas para o mundo”. O Globo, 30/12/2013.

2014

“Não há solução simples para acabar com preços ‘$urreais’ “. Folha de São Paulo, caderno mercado 2, 22/02/2014, p. 2.

“Lembranças de Serra sobre exílio são prazerosa lição de vida”. Folha de São Paulo, Ilustrada, 09/08/2014, p. E8.

“Por que voto em Aécio”. Folha de São Paulo, 22/09/2014.

“A lendária Terra Brasiliensis” [com o pseudônimo de Ramde Ahcab], O Globo, 28/10/2014.

“As armadilhas de uma prolongada estagnação”, O Estado de São Paulo, Economia,  21/12/2014, B4.

2015

“Por que o Brasil cresce tão pouco em relação aos outros emergentes?”, Folha de São Paulo, 22/02/2015, p. B4.

“Momento de reativar a Alca” (com Albert Fishlow), O Globo, 04/04/2015, p. 19.

2016

“A ponte do PMDB e os swaps do Banco Central”, O Estado de São Paulo, 03/01/2016.

“Pau nas reservas? Que má ideia!”, O Globo, 12/01/2016, p. 14.

“Para o governo caber em suas receitas”, O Globo, 07/06/2016, p. 15.

“Abre-te, Brasil”, Valor EU&Fim de Semana, 16/09/2016, pp. 16-17.

“O analista e o marciano”, O Globo, 23/09/2016, p. 23.

“O fisco e a moeda”, Valor, 03/11/2016, p. A11.

 

ENTREVISTAS

1973

"Salários mais altos vão pagar primeiro o preço possível de uma recessão", Jornal do Brasil, 9/9/73: 34.

1974

"Mercado pode ser formado por 80% da população do país", Jornal do Brasil, 16/6/74.

"Renovação dos mitos” [Coluna do Castello], Jornal do Brasil, 20/08/74.

"O risco de não controlar o desenvolvimento interno", Jornal do Brasil, 18/4/74: 59.

1978

"Brasil deverá mais de US$45 bilhões em 1980" (a Fernando Martins), Jornal de Brasília, 10/09/1978: 34.

"Bacha também crê na agricultura" (a Paulo Henrique Amorim), Jornal do Brasil, 10/12/78: 49.

1979

"O modelo golberiano" (a Anamárcia Vainsencher e José Carlos Bardawil), IstoÉ, 106, 03/01/1979: 30-32.

1983

"A Belíndia não deu certo" (a Flávio Pinheiro), páginas amarelas, Veja, 21/09/83: 5-8.

"Política pactada é solução para a crise" (a Amaury Seara), Revista Indústria e Produtividade, Rio de Janeiro, n. 174, outubro 1983: 22-24.

1984

"Os erros do ajuste" (a José Paulo Kupfer), Exame, 17-10-84: 38-39.

1985

"A democracia chega aos números do IBGE" (a Elizabeth Carvalho), Afinal, 28/05/1985: 54-55.

"Rumo a um impasse" (a Celso Pinto), Gazeta Mercantil, 22/08/1985: 1 e 3.

"IBGE: buscando a credibilidade" (a Valdinha Barbosa e João Batista Mota), Diretor Lojista, out/85: 1-4.

"Bacha defende reajuste mensal sem piorar a inflação", O Globo (Caderno de economia), 8/12/1985: 44.

1986

"A verdade nua e crua da inflação" (a João Carlos Leal), Senhor, 255, 4/02/86.

"Sinal de alerta", Rumos do Desenvolvimento (Rio de Janeiro, Associação Brasileira dos Bancos de Desenvolvimento), jan/fev 1986: 4-9.

"Entrevista", em H. Maksoud (org.), Os Mistérios da Inflação. São Paulo: Editora Visão, 1986: 69-74.

"O Estado gasta mal" (a Rubeny Goulart), páginas amarelas, Veja, 18/06/1986: 5-8.

1987

"Dívida: o Brasil não deve se fechar às negociações" (a Nelson Lemos), O Estado de São Paulo/Jornal da Tarde (Caderno de economia), 9-2-87: 11.

"Edmar Bacha: o governo gasta demais e causa inflação" (a Nelson Lemos), Jornal da Tarde/O Estado de São Paulo, 1/6/87: 12.

"Bacha prevê inflação de 20% já em janeiro" (a Orivaldo Perin), O Dia, 13/12/1987: 22.

1988

"FMI muda. O Brasil notou?" (a Cleber Cabrala Reis), Diário do Comércio e Indústria, 03/02/1988: 1 e 9.

"Sem o governo, pacto social não acontecerá" (a Ivan Carneiro Gomes), Zero Hora (Caderno de economia), 18/09/88: 4.

1989

“Economista diz que inflação preocupa”, Diário Catarinense, Florianopólis (SC), 22/07/89, p. 17.

“Bacha vê falta de credibilidade”, Jornal de Santa Catarina, Blumenau (SC), 22/07/89, p. 6.

“Bacha: governo deve ‘segurar as pontas’”, O Estado, Florianopólis (SC), 23/07/89, p. 7.

“Inflação de 40% é só uma questão de tempo, prevê Bacha”, A Notícia, Joinville (SC), 23/07/89, p. 11

"Brasil: a saída da crise", Informe Corecon (Rio de Janeiro), 25, out/nov 1989: 6-7.

"Tucanos e PT: um difícil entendimento" (a João Sampaio), Jornal da Tarde, 27/11/89: 22.

1990

"Bacha critica propostas de Collor para dívida" (a Alcides Ferreira), Folha de São Paulo (Caderno de economia), 5/1/1990: B.6.

"Falta rumo ao Planalto, diz Bacha" (a Aluízio Maranhão), O Estado de São Paulo (Caderno de economia), 30/05/1990: 4.

"Plano Collor corre os mesmos riscos do Cruzado", Hoje em Dia (Belo Horizonte), 3/6/1990: 8.

"Negociação contra a recessão" (a Altair Thyry e Carla Rodrigues), Jornal do Brasil, 28/10/90: 13. Transcrito nos Anais da Câmara Municipal de Recife (PE), a requerimento do vereador Otavio A. Cavalcanti.

"A coalizão CUT/Fiesp quer claramente indexar salários e preços" (a Octávio Costa), Jornal do Brasil, 18/11/90: 8.

"Recessão não descarta riscos de hiperinflação" (a Antônia Cristina), Hoje em Dia (Belo Horizonte, Caderno de economia), 2/12/90: 11.

1991

"Bacha: o governo não pode voltar a gastar" (a Suely Caldas), Jornal da Tarde (Caderno de economia), 13/5/91: 11.

"A recessão pode ser brutal" (a Luis Cesar Faro), Jornal do Commercio, 24-25/05/1991: 1 e 8.

"O maior problema brasileiro é o crédito público, que precisa ser restabelecido" (a Octávio Costa), Jornal do Brasil, 2/6/91: 8.

"Controle de salários fica mais fraco" (a Carla Rodrigues e Eduardo Ulup), O Dia, 28/07/1991: 6.

1992

"Depoimento" em Cenários Sócio-Econômicos. Rio de Janeiro: Insight, janeiro 1992: 43-8.

1993

"O governo é o maior sócio da inflação", Exame, 07/07/1993, p. 32-4.

"Bacha prevê desindexação e âncora cambial em 1994", Folha de São Paulo, 12/08/1993, p. 1 e 4.

"Aperto monetário será duríssimo, diz Bacha", Folha de São Paulo, 13/12/1993, pp. 1 e 6.

"Política salarial só para o mínimo", O Globo, 20/12/1993, p. 17.

1994

"Quem fixa preços pelo pico não terá consumidor", O Globo, 06/01/1994, p. 21.

"Desta vez não haverá calote", Jornal do Brasil, 12/06/1994, p. 13.

"Não há inflação na nova moeda" (a Sylvio Costa), Zero Hora/Caderno de Economia, 10/07/94, p. 12.

"Bacha quer abater dívida interna com reservas” (a Luiz Noronha e Joyce Jane), O Globo, 14/08/94, p. 40.

"Nada de reajuste fora da data-base" (a Ana d'Angelo), O Dia, 18/09/1994, p. 12.

"Bacha propõe tirar regime tributário da Constituição", Folha de São Paulo, 20/09/1994.

"Bacha defende privatização acelerada", O Globo, 20/09/1994.

"Bacha propõe mudanças já na Constituição", Jornal do Brasil, 20/09/1994.

"Capítulo tributário deve ser retirado da Constituição neste ano, diz Bacha",  Gazeta Mercantil, 20/09/1994.

1996

"Fernando Henrique tem os votos para privatizar a Vale" (p/Antonio Felix), Revista Bovespa, 3(32), maio 1996: 20-3.

"Estamos numa situação bem mais satisfatória do que no primeiro ano do Real", Resenha BM&F [Publicação mensal da Bolsa de Mercadorias e Futuros], n. 111, julho 1996: 5-11.

Entrevista sobre o Plano Real. Tres - Revista de Actualidad, Montevidéu, 1(24), 12/7/96: 22-4.

1997

"Entrevista", em R. Troster e e M. Solimeo (orgs.), Plano Real - Pára ou Continua? São Paulo: Makron Books, 1997: 1-11.

"Privatização dá tempo ao governo, diz Bacha", Folha de São Paulo, 29/06/97, p. 2-12.

1998

“País precisa de ajuda externa para sair da crise, diz Bacha” (p/Ricardo Grinbaum), Folha de São Paulo,  13/9/98.

“País dita rumo da economia mundial, diz Bacha” (p/Suely Caldas), O Estado de São Paulo, 15/9/98.

“Quem apostou contra o Brasil está amargando prejuízos” (p/Ricardo Leopoldo), Correio Brasiliense, 17/09/1988:12.

“O país tem de mudar” (p/Eliana Simoneti), páginas amarelas, revista Veja, 23/9/98: 9-11.

“A contradição do Plano Real” (p/Cristiano Romero), JB/Informe Econömico, 18/10/98, p. 27.

“País usará US$ 15 bi do pacote, diz Bacha”, Folha de São Paulo, 14/11/98.

“Crédito do FMI dá folga ao País, diz Bacha”, O Estado de São Paulo, 15/11/98.

“Uma nova arquitetura” (p/Dreide Fretz), AmericaEconomia, 3/12/98,  p. 38-9

“Reservas de US$ 46 bi: ex-integrante do governo, Edmar Bacha prevê saldo acima dos US$ 40 bilhões em 99”, Jornal do Brasil,  Economia, p. 18, 17/12/98.

“PIB deverá cair 1,5% em 99, prevê Bacha”, Folha de São Paulo, Dinheiro, 17/12/98.

1999

“Bacha comemora a desvalorização do real” (p/Suely Caldas), O Estado de São Paulo, 17/1/99.

“Taxa pode cair 5 pontos, diz Bacha” (p/Ricardo Grinbaum), Folha de São Paulo/Dinheiro, 18/1/99.

"Concorrência substitui âncora cambial", Revista da ANBID, 13(2), abril 1999: 6-8.

"Da Rússia à Coréia em três meses", revista Investidor Institucional, 21/7/99, 6-8.

"Qualidade do superávit é ruim" (p/Cristiano Romero), Jornal do Brasil, 27/09/99.

“Para Bacha, a década não foi perdida” (p/Ricardo Grimbaum), Folha de São Paulo, 26/12/1999: (2) 4.

2000

“Otimismo moderado” (p/Argemiro Ferreira), Estado de Minas, revista Economia, junho 2000, págs. 8-11.

“Bacha sugere barreira para evitar concentração acionária”, O Estado de Minas, 23/07/2000, pág. 6.

“Bacha vê um Brasil livre para crescer no curto prazo” (p/Denise Neumann e Raquel Balarin), Valor, 10/08/2000, págs. A 1 e A3.

“Bacha de volta ao lar” (p/Marcelo Aguiar), revista Dinheiro, no. 155, 16/08/2000, pág. 91.

“Bacha indica modo de crescer 8% ao ano” (p/Suely Caldas e Fernando Dantas), O Estado de São Paulo, 27/8/00.

“Bacha teme aumento da dívida” (p/Altamiro Silva Jr. E Flavia Lima), Gazeta Mercantil,  28/8/2000, pág. B-11.

“O poderoso Bacha: Bacha assume hoje na Anbid” (p/Vicente Nunes), Jornal do Commercio, 6/10/2000, págs. A1 e  A9.

“Bacha quer alternativa à Lei das SA”, O Globo, 7/10/2000, Economia, pág. 29.

“CPMF é imposto anticrescimento – Bacha, agora na Anbid, ataca desenvolvimentistas e modelo da reforma tributária” (p/Eduardo Diniz e Luciana Rodrigues), O Globo, 8/10/2000, Economia, pág. 35.

“Para Bacha, alta do óleo reduz o PIB” (p/Vera Saavedra Durão), Valor, 13/10/2000, págs. A1 e A4.

“Bacha prevê juros de 15% no final do ano” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo, pág. B6.

“A CPMF é um imposto atrasado” (p/Catherine Vieira e Julio Brandt), Investshop.com, 25/10/2000.

2001

“Economia brasileira: a saída é a modernização” (p/Bruno Torres Paraíso), revista Rumos 25 (182), março de 2001: 4-8.

“Crescer mais que 4,5% é impossível” (p/Heberth Xavier), Estado de Minas, 15/04/2001, Economia, p. 5.

“Edmar Bacha (depoimento sobre Mário Henrique Simonsen, 2000)”. Rio de Janeiro: CPDOC, 2001. 35 pp. dat.

“Bacha vê luz no fim do túnel e ataca o PT” (p/Sônia Araripe e Fernando Dantas), O Estado de São Paulo, 24 de julho de 2001: B4.

“Vizinho deverá dolarizar, diz Bacha” (p/Ricardo Grinbaum), Folha de São Paulo, 13 de julho de 2001: B6.

“Desfecho é dolarização, diz Bacha”, O Estado de São Paulo, 13 de julho de 2001: B8.

“Prefira qualidade da gestão a ganho/Para presidente da Anbid, o melhor é diversificar a carteira” (p/Paula Pavon), Folha de São Paulo, 16 de julho de 2001, p. B3.

“PT ainda está na década de 80” (p/Fernando Thompson e Katia Luane), Jornal do Brasil, 22 de julho de 2001, p. 14.

“Acordo é blindagem eleitoral, diz Bacha/Para economista, dinheiro do FMI servirá para proteger da ameaça de fuga de investimentos no próximo ano” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo, 7 de agosto de 2001, p. B5. [Comentários críticos de Clovis Rossi, Fernando Rodrigues, Aloisio Mercadante e Belluzo, na FSP de 8/8/01, e de Eliane Catanhede, Paulo Nogueira Batista Jr., Luiz Inacio Lula da Silva e Cristovam Buarque,  na FSP de 9/8/01. Editorial a favor, no O Estado de São Paulo, 11/8/01].

“Mercado está mais aliviado, diz o economista Edmar Bacha” (p/Juliana de Mari), Gazeta do Povo, Curitiba, 23/08/2001.

“Leilão da Copel é o mais importante do país” (p/Mirian de Oliveira), Gazeta do Povo, Curitiba, 26/08/2001.

“Argentina: mudanças após as eleições – Para Bacha, o Plano O’Neill dá um fôlego à Argentina para chegar até as eleições de outubro”, Investidor Institucional, ano 5, n. 103, 3 set 2001: 10-12.

“Brasil terá de sacar US$10 bi do FMI em 2002, diz  Bacha” , Valor, 17/10/2001: A3. 

“Brasilien leidet unter wirtschaftlicher und politisher Unsicherheit” (“Brasil sofre com incertezas políticas e econômicas”) (p/ Carl Moses), Frankfurter Allgemeine Zeitung, Frankfurt, Alemanha, 24/10/2001.

“Bacha, criador do real, ainda otimista” (p/Sonia Araripe), Jornal do Brasil, 25/10/2001, p. 17.

“Bacha diz que Banco Central pode acelerar redução da taxa de juros” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo, 08/11/2001.

“Edmar Bacha – Economista prevê queda da inflação”, Correio Braziliense (p/Ricardo Leopoldo), 29/11/2001, Economia p. 10.

“Belíndia não mudará tão cedo” (p/Eugênio Esber), revista Amanhã – Economia & Negócios, no. 173, dezembro 2001.

“Bacha acredita que país vizinho terá nova moeda” (p/Sergio Lamucci), O Estado de São Paulo, 5/12/2001, p. B6.

“Bacha quer excluir energia da inflação” (p/William Salasar), Gazeta Mercantil, 5/12/2001, p. B-2.

 “Bacha vê virtudes no ‘argentino’ ”(p/Celso Pinto), O Valor, 27/12/2001, p. A2, e Folha de São Paulo, 27/12/2001, p. A15.

“E era bolha mesmo” (p/Miriam Leitão), Coluna Panorama Econômico, O Globo, 29/12/2001, p. 18.

2002

“Sem ‘curralzinho’, bancos podem quebrar” (p/Marcelo Mota), Folha de São Paulo, 9/1/2002.

“Bacha defende tarifa zero nas importações – Para economista esta seria uma forma de o Brasil ajudar a Argentina” (p/Adriana Chiarini), Estado de São Paulo, 11/1/2002.

“O desafio de Edmar Bacha”, (p/Maria Clara do Prado), Gazeta Mercantil, 17/01/2002, p. A3.

“Bacha propõe zerar tarifa de importação” (p/ Guilherme Barros), Folha de São Paulo, 5/2/2002, p. B3.

“O crescimento depende do mercado de capitais” (p/ Fabio Pahim Jr.), Revista Bovespa, jan/mar 2002, pp. 28-9.

“Edmar Bacha diz que medidas prejudicam”, O Povo, Fortaleza, 15/3/2002.

“A âncora cambial prejudicou as exportações”, revista Veja, 29/5/2002.

“Anbid consolida processo de auto-regulação da indústria de fundos”, Revista da Anbid, 5, 50, maio 2002, pp. 6-7.

“Entrevista com Edmar Lisboa Bacha”, Carta Exclusiva/BBA Investimentos, no. 26, agosto 2002.

“Quem apostar em calote vai se decepcionar” (p/Sergio Lamucci), O Estado de São Paulo, 23/08/2002, p. B4.

“BC pode precisar intervir mais, diz Bacha” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo, 1/9/2002, p. B5.

“Bacha quer criar Fundo para socorrer países emergentes” (p/Rosa Cass), Tribuna da Imprensa, 16/02/2002.

“Bacha: 2003 será um ano medíocre” (p/Ronaldo D’Ercole), O Globo, 30/11/2002, pág. 39.

“Bacha prevê ‘ano medíocre’ e alta de 0,5% do PIB em 2003”, Folha de São Paulo, 30/11/2002, pág. B3.

“Bacha prevê ‘ano medíocre’ para 2003”  (p/ Nicola Pamplona e Kelly Lima), O Estado de São Paulo, 30/11/2002, pág. B7.

“Depoimento” em Verena Alberti, Carlos Eduardo Sarmento e Dora Rocha (orgs.), Mario Henrique Simonsen: um Homem e seu Tempo. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2002, passim.

“Edmar Bacha prevê período de fraca expansão em 2003”, Zero Hora/Economia, 12/12/2002, p. 27.

“Edmar Bacha aposta em alta de dois pontos nos juros”, Jornal do Comércio/Porto Alegre, Economia, 12/12/2002, p. 5.

2003

“Esperamos um 2004 sem emoções”, diz Bacha (p/Altamiro Silva Jr.), Gazeta Mercantil, 10/12/2003, p. B-1.

“Investidor quer garantias para alongar as aplicações” (p/Maria Christina Carvalho), O Valor, 10/12/2003, p. C3.

“Bacha espera taxa de 14% a partir de julho” (p/Erica Fraga), Folha de São Paulo, 10/12/2003, p. B6.

“Bacha sobre o Brasil: ‘Bem-vindo à Suíça’” (p/Rita Tavares), Estado de São Paulo, 10/12/2003, p. B6.

2004

“Para tucano, economia fará PT vencer em 2006”, Folha de São Paulo/Brasil, 09/06/2004.

“Bacha quer foco na agenda microeconômica”, Estado de São Paulo/Economia, 10/06/2004.

“O dia depois de amanhã: economistas discutem as perspectivas de crescimento de longo prazo para o Brasil” (por Robinson Borges), Valor/EU& Fim de Semana, 18 a 20/06/2004, ano V, no. 198, págs. 10-13.

“Passaporte para o futuro”, Reportagem Especial 100 Questões para Entender o Mundo, revista Veja, ano 37, no. 25, 23/06/2004, p. 101.

“Para Bacha, juros altos são resultado de incerteja jurídica e falta de dolarização” (por Catherine Vieira), Valor, 25/06/2004, p. A4.

“Bacha: ‘Plano Real acabou em 1996’“ (p/Ancelmo Gois), O Globo, 27/06/2004, p. 25.

“Plano acabou em 1996, afirma Edmar Bacha” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo/Dinheiro, 27/06/2004, p. B9.

2005

“La Argentina debe preocuparse por vender más, no por importar menos” (p/Horacio Riggi), El Cronista (Buenos Aires, Argentina), 21/01/2005.

Entrevista para Miriam Leitão, Espaço Aberto, Globo News, 01/06/05.

“Um país inacabado” (p/João Carlos de Oliveira), EstadãoInvestimentos, 3 (6), outubro 2005: 12-15.

“País tem trava para crescer, diz Bacha” (p/Sandra Balbi), Folha de São Paulo, 07/12/05.

“O choque do capitalismo vem aí” (p/Suely Caldas e Fernando Dantas), Estado de São Paulo/Caderno Mais, 18/12/05. 

2006

“Erros do Cruzado custaram 10 anos, diz Bacha” (p/Guilherme Barros), Folha de São Paulo, 26/02/06: B7.

“Desabastecimento iniciou o fracasso” (p/Fernando Dantas e Suely Caldas), Estado de São Paulo, 26/02/06: B5.

“Economistas avaliam alternativas para a substituição de LFTs” (p/Angelo Pavini), Valor, Caderno EU&Investimentos, 22/05/06: D2.

“5 Lições para Derrubar o Juro e Crescer Mais” (p/Giuliano Guandani), revista Veja, 24/05/06, pp. 86-7.

“Hedge funds precisam ter mecanismos de regulação” (p/Sônia Racy, Direto da Fonte, O Estado de São Paulo, 11/06/06, p. B2.

“Edmar Bacha e o destino das LFTs” (p/Sonia Racy, DiretodaFonte, O Estado de São Paulo, 17/06/06, p. B2.

“Há impostos exóticos” (p/Fernando Dantas), O Estado de São Paulo, 03-09/06, p. B4.

“Acadêmicos criticam metas de crescimento” (p. Helena Celestino), O Globo, 04-08-06, p. 10.

2007

“Assim, este país não anda” (p/Catherine Vieira), Valor/EU&Fim de Semana, 26-01-07.

“Infra-estrutura fica estagnada com Lula, diz Bacha” (p/Cristiano Romero), Valor, 03-08-07, p. A6.

“O céu de brigadeiro não vai durar para sempre” (p/Lana Pinheiro), Isto É/Dinheiro, n. 517, 22/08/2007, pp. 18-20.

2008

“Todo mundo errou ao subestimar a atratividade do país” (p/Fernando Dantas), O Estado de São Paulo, 13/01/2008, p. B12.

“PIB potencial caminha para 5%, diz Edmar Bacha” (p/Ricardo Leopoldo), Broadcast/Agência Estado, 29/02/2007.

“Há espaço para crescer sem pressão inflacionária” (p/ Ricardo Leopoldo), O Estado de São Paulo, 01/03/2008, p. B4.

“Edmar Bacha, économiste brésilien: ‘Nous approchons de la fin de l’hegémonie des Etats-Unis, pour entrer dans un système global plus equilibré’ “(p/Jean-Pierre Langellier), Le Monde, 29/04/2008.

“Real: uma ‘aventura’ que começou há 15 anos” (p/Luciana Rodrigues), O Globo/Economia, 18/05/2008, p. 33. Íntegra da entrevista em www.oglobo.com/economia.

“Estado ganha destaque em nova cartilha liberal” (p/Fernando Dantas), OESP, 8/6/08, p. B20.

“Há 14 anos o Brasil adotava o Plano Real” (p/Agência Brasil), Gazeta Mercantil, 1/7/2008, p. A5.

“Economista descarta chance de o País voltar a ter superinflação”, DCI, 1/7/2008, p. A3.

“Excesso de demanda interna pressiona a inflação no país” (p/Roberto Machado), Folha de São Paulo, 07/07/2008, B8

Entrevista com Afonso Celso Pastore para Miriam Leitão no “Espaço Aberto”, TV Globo News, 17/07/2008.

“Ainda é muito cedo para apontar uma direção para a crise, diz Edmar Bacha” (p/Gustavo Kahil), Portal InfoMoney, 17/09/2008.

“Essa crise vai ficar conosco um bom tempo” (p/Ricardo Leopoldo), Estado de São Paulo, 18/09/2008, B8.

«Quel sera l'impact de la crise financière chez vous?» Six économistes de pays émergents répondent. Article publié dans Le Monde le 08 Octobre 2008. Par Propos recueillis Jean-Pierre Langellier (Rio de Janeiro).

“Pai do Plano Real contradiz previsões catastróficas para 2009” (p/Alexa Salomão), Época/Negócios, 2/12/2008.

2009

Entrevista, com Ilan Goldfajn, para Miriam Leitão no “Espaço Aberto” sobre o livro “Como Reagir à Crise”. TV GloboNews, 01/01/2009.

“Devemos usar reservas com critério. Pai do Plano Real, economista Edmar Bacha vê riscos de um novo ciclo protecionista” (p/Ludmilla Totinick), Jornal do Brasil, 18/01/2009, p. E8.

“Bacha sugere maior redução dos depósitos compulsórios” (p/Fabio Graner), O Estado de São Paulo, 12/03/2009, p. B6.

“Do vício à virtude” (p/Ricardo Arnt), Valor, 13/03/2009,  EU&, pp. 2-4 a 7.

“Edmar Bacha diz que país não crescerá neste ano” (p/Luciene Lisboa), Diário do Comércio, Belo Horizonte, 08/05/2009, p. 4.

Entrevista para o programa Roberto D’Avila, TV Brasil, Abril 2009.

“Nosso parceiro ideal é a China” (p/Alexandre Teixeira), Época Negócios, 06/05/2009, pp. 54-57.

“Brasil já não é mais uma Belíndia, diz Bacha” (p/Marcio Aith), Folha de São Paulo, 01/07/2009, p. B10.

“Perdemos a capacidade para investir” (p/Luciana Rodrigues), O Globo, Economia, 16/08/2008, p. 31.

“Continuamos presos à cultura da liquidez diária” (p/Toni Sciarretta), Folha de São Paulo, 24/08/2009, p. B03

“É preciso qualidade nos gastos” (p/Renata Batista), Brasil Econômico, 16/10/2009, p. 16.

“Bacha vê expansão de 6% em 2010 e alta dos juros no início do ano” (p/Toni
Sciarretta), Folha de São Paulo, 11/12/2009, p. B16.

2010

“BC terá que atuar para elevar juros” (p/Fernando Dantas), O Estado de São Paulo, 10/01/2010, p. B4.

“Bacha defende nova fase para política social” (p/Luciana Rodrigues), O Globo, 16/04/2010.

“How fake money saved Brazil‘ (p/Chana Jofee-Walt).  New York: NPR Planet MoneyBlog.04/10/2010.(http://www.npr.org/blogs/money/2010/10/04/130329523/how-fake-money-saved-brazil). Podcast completo em: "The Friday Podcast: How Four Drinking Buddies Saved Brazil" on Planet Money on NPR. How the inflation problem in Brazil was solved by the creation of a currency that doesn't exist ( http://n.pr/b1HELN).

“Bacha: colocar juros no lugar é prioridade em 2011” (P/ Luís Artur Nogueira). São Paulo: Exame.com, 07.10.2010. (http://portalexame.abril.com.br/economia/brasil/noticias/bacha-colocar-juros-lugar-prioridade-2011-602551.html).

“Não dizer como juro vai a 2% é perigoso” (p/Alessandra Saraiva). O Estado de São Paulo, 07/11/2010, B6.

““A economia tem limites e o país está no limite”, diz Bacha” (p/João Villaverde), Valor, 22/12/2010, A12. Video sobre a entrevista disponível no site do jornal Valor Econômico.

2011

Planet Money Team. “The Invention of Money. Act One. The Lie That Saved Brazil”. [Audio] This American Life. National Public Radio – NPR – 07/01/2011.

Disponível em: http://www.thisamericanlife.org/radio-archives/episode/423/the-invention-of-money.

Entrevista para Miriam Leitão, Espaço Aberto,Globo News, 31/02/2011.

“Há um controle disfarçado da inflação” (com Monica de Bolle) (p/Luciana Rodrigues), O Globo, 03/04/2011, p. 44.

“Novas metas para um novo Brasil” (por Giuliano Guadalini), revista Veja, no. 2221, 15/06/2011, pp. 100-104.

“Choque de produtividade na área social é desafio para novo Brasil” (com Simon Schwartzman, para Liana Melo), O Globo, 19/06/2011, Economia, p. 24.

“Além do básico” (com Simon Schwartzman). Panorama Econômico, Miriam Leitão, O Globo, 19/06/2011, Economia, p. 24.

“Um país viciado em passado” (p/Alexa Salomão), revista Exame, edição 995 ano 45, n. 12,  29/06/2011, pp. 50-51.

“A agenda progrediu, mas falta fazer mais” (com Simon Schwartzman, p/Chico Santos), Valor, EU&Livros, 05/07/2011, p. D12.

“Gastos sociais – Lei promete muito e a conta não fecha, dizem especialistas” (com Simon Schwartzman, p/Mariana Carneiro), Folha de São Paulo, 05/07/2001, p. A9.

“Governo deveria ter superávit maior com meta inflacionária de longo prazo” (p/Alessandra Saraiva), O Estado de São Paulo,  Economia, 31/08/ 2011.

“Edmar Bacha: Tem que trazer os especuladores” (p/Danielle Nogueira), O Globo, 24/09/2011, Economia, p. 29.

“Governo deveria usar reservas e suspender alta do IPI, diz Bacha” (p/Alessandra Saraiva), O Estado de São Paulo, Economia, 24/09/2011, p. B4.

2012

“É preciso diversificar a economia brasileira” (p/Alessandra Saraiva), O Estado de São Paulo, Economia, 08/01/2012, p. B4.

“É preciso reformar o setor público” (p/Rosana Hessel). A maioridade do real: 18 anos. Correio Braziliense, 04/07/2012, Economia, 13.

“A dor e a delícia do encontro entre a oferta e a procura. Edmar Bacha reconta a trajetória econômica de décadas numa fábula erótica” (p/Cristina Alves). O Globo, 08/07/2012, p. 30.

“Proteger indústria é política míope, diz formulador do Plano Real” (p/Mariana Carneiro), Folha de São Paulo, 27/07/2012.

“Baixa taxa de importação trava o país, afirma Bacha” (p/Fabiana Ribeiro). O Globo, Economia, 11/08/2012, p. 31.

Entrevista para Miriam Leitão, Globo News, 04/10/2012. http://globotv.globo.com/globo-news/globo-news-miriam-leitao/v/edmar-bacha-lanca-novo-livro-que-fala-da-economia-do-pais/2172619/.

“A Belíndia revisitada” (por Giuliano Guandalini), Veja, 2290, ano 45, n. 41, 10/10/2012, pp. 94-95.

“Bacha retorna à 'Belíndia' e defende o caminho do meio”. Resenha de Belíndia 2.0 por Eleonora de Lucena. Folha de São Paulo, 13/10/2012.

“A estabilidade de preços deveria estar na Constituição, diz Bacha” (p/Cristina Alves e Luciana Rodrigues). O Globo, p. 44, 21/10/2012.

“Nem Bélgica, nem Índia, apenas um país e suas circunstâncias”. Resenha de Belíndia 2.0 por Oscar Pilagallo. Valor/EU&, 30/10/2012, p. D3.

“Proteger multinacionais que exploram o consumidor. É isso que um governo de esquerda faz?” (p/Abdo Filho). A Gazeta de Vitória, 18/11/2012, pp. 18-19.

“Esse neoprotecionismo do governo está errado” (p/Fernando Dantas). Estado de São Paulo, 02/12/2012.

2013

“Soluções existem. Basta usar” (p/Ronaldo Franca). Revista Veja, ed. 2303, ano 46, no. 2, 09/01/2013, pp. 68-79.

“Para Bacha, Brasil sofre de ‘doença holandesa’ “ (p/Raquel Landim e Fernando Dantas), Estado de São Paulo, 24/02/2013, p. B3.

“Petistas e tucanos” (Coluna Suely Caldas). Estado de São Paulo, 13/03/2013, p. B2.

Entrevista para Monica Teixeira sobre o futuro da indústria no Brasil. São Paulo: TV Univesp, Programa Complicações, 08/04/2013. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=bPgndagnai4

“Um ‘Plano Real’ para a indústria”. Valor, 02/05/2013, pág. 1 e Especial/Rumos da Economia, págs F6 e F7.

“Bacha defende novo ‘Plano Real’ “ (p/Lucianne Carneiro), O Globo, Economia, pág. 26.

Entrevista para o Programa Bom Dia Espírito Santo. TV Gazeta, 28/05/2013. http://g1.globo.com/videos/espirito-santo/bom-dia-es/t/edicoes/v/economista-edmar-bacha-fala-sobre-como-estao-as-industrias-do-brasil/2599691/

 “Hoje, no Brasil, temos baixa produtividade e mediocridade” (p/Abdo Filho), A Gazeta (Vitória, ES), 28/05/2013, p. 33.

“Desvalorizar o real e abrir mais o País dariam um rumo à indústria” (p/Carla Jimenez), IstoE Dinheiro, n. 816, 30/05/2013.

“Edmar Bacha discute futuro da indústria no sindicato”. O Metalúrgico. Órgão Oficial do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá. No. 758, 12/06/2013.

“O governo deixou as coisas desarranjadas: para Bacha, manobras contábeis e protecionistas colocam o País no caminho oposto ao desenvolvimento” (p/Alexa Salomão), Estado de São Paulo, 16/06/2013, p. B4.

“Só abertura tirará país de armadilha do baixo crescimento, diz formulador do Plano Real” (p/ Mariana Carneiro), Folha de São Paulo (site), 26/08/2013.

“’País precisa queimar reservas’, diz Bacha” (p/Gustavo Porto), Estado de São Paulo, 27/08/2013, p. B4.

“Reindustrializar o país vai além do câmbio, dizem economistas” [inclui: “O sonho de Bacha”]  (p/Denise Neumann, Francine De Lorenzo e Aricia Martins), Valor, 27/08/2013, p. A3.

“Modelos de concessões são "anticompetitivos", diz Bacha” (p/ Alessandra Saraiva). Valor, 16/09/2013, p. A5.

Para Bacha, 'se fatiar, só vai sobrar porcaria'” (p/Mariana Durão), O Estado de São Paulo, 19/09/2013.

“Modelo de concessão pode levar a ‘conluio’, diz Bacha” (p/Clarise Spitz e Catarina Alencrastro). O Globo, 19/09/2013, p. 26.

“Visão sobre nós”. Coluna Miriam Leitão. O Globo, 29.09.2013, p. 30.

“Continuamos sem atividade vigorosa de exportação”. 40 anos do choque do petróleo: Entrevista Edmar Bacha (p/Lucienne Carneiro). O Globo, 06.10.2013, p. 32.

"O Brasil precisa perseguir uma inflação de 3%". Entrevista com Edmar Bacha, economista e ex-presidente do BNDES (p/ Luís Artur Nogueira). Istoé/Dinheiro Nº 846 | Especial 20 anos do real | 27.12.2013.

2014

“A bonança acabou e o País precisa de um ajuste estrutural” (p/Vinicius Neder). O Estado de São Paulo, 2/2/2014, p. B.3

“Para escapar do pibinho, o caminho é a abertura”. Desafios 2013. Entrevista: Edmar Bacha (p/Alexa Salomão e Vinicius Neder). O Estado de São Paulo, 16.03.2014, p. B4.

“Edmar Bacha – Ambición del gobierno de transformar a Brasil em potencial no se corresponde com realidade”. Estrategia. El Diario de Negocios de Chile, 14/04/2014, p. 27.

“Lições do Cruzado e da ditadura. Edmar Bacha, um dos criadores do Real, conta como artifícios de planos anteriores foram usados há 20 anos” (p/Luciana Rodrigues e Lucianne Carneiro), O Globo On Line, 29/06/2014.

“Entrevista - Edmar Bacha. Ideologismo É Maior Ameaça” (p/Rosana Hessel). Correio Braziliense, 01/07/2014.

“Não há risco de volta da hiperinflação, diz Edmar Bacha” (p/Beatriz Cavalcanti), O Povo (Fortaleza, Ceará), 01/07/2014, p. 17.

“Sucesso do Real tem que ser relativizado” (p/Vinicius Neder), O Estado de São Paulo, 03/07/2014, p. B4.

“Setubal e Bacha elogiam escolhas” (p/Elisa Soares). Valor, 27/11/2014, p. A7.

2015

“Para Bacha, ninguém é mais ortodoxo que Levy” (p/Vanessa Jurgenfeld), Valor, 14/01/2015, capa e p. A12.

“Bacha apoia ação do PSDB contra ajuste” (p/Cristian Klein), Valor, 22/05/2015, pp. A1 e A6.

“’Brasil está indo ladeira abaixo’, diz Bacha” (p/Thais Bilensky), Folha de São Paulo, 09/10/2015.

2016

“É importante colocar algum disciplina sobre o BC nos swaps” (p/Silvia Rosa), Valor, 11/01/2016.

“É preciso abrir economia por tecnologia, diz formulado do Real” (p/Pedro Carrillho), Folhapress, Mercado, 02/02/2016.

“Um homem cheio de planos. À mesa com o Valor – Edmar Bacha” (p/George Vidor), Valor EU&, 26/02/2016, pp. 18-21.

“30 anos depois do Cruzado, indexação ainda é problema” (p/Mariana Carneiro). Folha de São Paulo/Mercado, 28/02/2016, p. A25.

“Teto dos gastos vai parar governo se não for bem feito” (p/Alexa Salomão), O Estado de São Paulo, 12/06/2016, p. B8.

“Um novo IBGE para uma Nova República”. Entrevista em: Nelson de Castro Senra, Silvia Maria Fonseca e Teresa Cristica Millions (orgs.), O Desafio de Retratar o País: Entevistas com os Presidentes do IBGE no Período de 1985 a 2015. Rio de Janeiro: IBGE, 2016, pp. 31-66.

“Bacha e como abrir o país”. Blog Fernando Dantas. Estadão, 18/07/2016.

 

SEMINÁRIOS E CONFERÊNCIAS

1971

Apresentação em Conferência sobre As Relações Econômicas e Financeiras entre América Latina e os Países Industrializados. Patrocinada por El Colegio de México e CLACSO. México, DF: 6-10/12/1971.

1972

Participação como comentarista de conferência sobre Industrialization and Trade Policies in the 1970s. Patrocinada pelo Banco Mundial. Washington, DC, 5-6/10/1972.

1973

Apresentação do texto ‘Case studies in the estimation of national economic parameters in less developed countries’ no simpósio sobre The Use of Socio-economic Investment Criteria in Project Evaluation. Washington, DC: Banco Interamericano de Desenvolvimento, 28-30/03/1973.

1974

Participação como comentarista dos Painéis Internacionais sobre Desenvolvimento Econômico, patrocinados pelo BNDE. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, jul-ago/1974.

1975

Participação em Conferência no Banco Mundial, Washington, DC, 7/2/1975.

1977

Apresentação em sessão plenária de texto sobre distribuição de renda e a curva de Kuznets. Quinto Congresso Mundial de Economistas da Associação Econômica Internacional, Tóquio, Japão, 29/08/1977.

1978

Apresentação de texto sobre política cambial brasileira. Seminário sobre Developing Countries and the Internacional Financial System. Barbados: 3/1978.

Apresentação de texto sobre mercados financeiros internacionais (com C. F. Diaz-Alejandro) no seminário sobre Economia Internacional e Países em Desenvolvimento: Areas Prioritárias de Pesquisa. Patrocinado por CIEPLAN. Santiago, Chile, maio 1978.

1979

Apresentação de texto sobre política cambial brasileira na conferência sobre Exchange Rate Rules. Patrocinada pela Fundação Ford, ANPEC, e PUC/RJ. Rio de Janeiro, 10/1979.

1980

Participação como comentarista de conferência sobre Trade Prospects Among the Americas. Patrocinada por NBER, BEBR e FIPE/USP. São Paulo, 23-26/03/1980.

Apresentação de texto sobre economia brasileira. Seminário sobre Medidas Recentes de Política Econômica no Brasil. São Paulo: EAE/FGV/SP, 24/03/1980.

Apresentação de texto sobre mercado internacional de capitais (com Carlos F. D. Alejandro). Refsnes Seminar on The Relevance of Accepted Western Economic Theories to the Negotiations of a New Internacional Economic Order. Refsnes Gods, Moss, Noruega, 5-9/07/1980.

1982

Painelista no Painel sobre Perspectivas Econômicas Nacionais. Patrocinado pela Sociedade de Economistas de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG: BDMG, 11/01/82.

Palestra sobre a nova realidade da economia brasileira. Patrocinada pela Sociedade dos Economistas de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG: BDMG, 7/02/82.

Apresentação de texto sobre o Brasil e o FMI na conferência The Lending Policies of the International Monetary Fund. Patrocinada pelo Institute for International Economics. Washington, DC: 24/26/3/1982.

Palestra sobre a conjuntura econômica brasileira. Patrocinado pelo Instituto de Economistas da Bahia. Salvador, BA: Federação das Indústrias da Bahia, 07/05/1982.

Seminário sobre modelo de crescimento com oferta limitada de divisas. Rio de Janeiro: EPGE/FGV, 13/05/82.

Seminário sobre o Brasil e o FMI. Salvador, Bahia: Mestrado em Economia, UFBa, 14/05/82.

Painelista do Seminário sobre Brasil e Europa Ocidental: Cooperação e Conflito. Patrocinado pela CEE e Fundação F. Ebert. Teresópolis, RJ: ILDES, 17-19/06/82.

Painelista no Painel sobre Dívida Externa Brasileira. Rio de Janeiro: IEPES, UERJ, 24/06/82.

Palestra sobre América Latina na conjuntura econômica mundial atual. Montevideo, Uruguai: CINVE, 16/07/82.

Painelista na sessão sobre a intervenção do estado na economia do setor agrícola, do XX Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. Patrocinado pela Sociedade Brasileira de Economia Rural. Curitiba, PN, 26-29/07/82.

Participação como comentarista na Conferência sobre Structural Adjustment in Trade Dependent Advanced Economies. Patrocinada pela Associação Econômica Internacional. Yxtaholm, Suécia, 2-6/8/1982.

Palestra sobre inflação e suas consequências. Patrocinada pela Telemig. Belo Horizonte, MG: BDMG, 12/08/82.

Painelista no Painel sobre "Os Economistas". Patrocinado pela Editora Abril. Rio de Janeiro: IEPES, UERJ, 14/09/82.

Painelista no Seminário sobre Economia e Política Brasileiras. Patrocinado pela Fundação Ford. Rio de Janeiro: Hotel Sheraton, 20/09/82.

Apresentação de texto sobre economias brasileiras e colombiana, no Seminário sobre Política Cambial e Monetária. Patrocinado pelo Banco de la República. Bogotá, Colombia: Universidad de Los Andes, 23-24/11/82.

Palestra sobre conjuntura econômica nacional. Rio de Janeiro: INPES/IPEA, 30/11/82.

Painelista no Painel sobre Perspectivas da Economia Brasileira do XX Encontro Nacional da ANPEC. Aguas de São Pedro, SP, 06/12/82.

Painelista no Painel sobre Perspectivas da Economia Internacional do XX Encontro Nacional da ANPEC. Aguas de São Pedro, SP, 07/12/82.

Apresentação de texto sobre monetarismo na América Latina na sessão especial sobre Relações Econômicas Internacionais do encontro anual da American Economic Association. Nova York, 27-29/12/1982.

1983

Apresentação de texto sobre a dívida externa brasileira, no seminário Democratizing Brazil. Patrocinado pela Fundação Ford. New Haven, CT: Universidade de Yale, 2-4/3/83.

Participação como comentarista da Conferência Sul-Sul. Patrocinada pelo Governo da China. Beijing, China, 4/83.

Apresentação de texto sobre o FMI e o Brasil na conferência sobre Prospects for Adjustment in Argentina, Brazil, and Mexico. Patrocinada pelo Institute for International Economics. Washington, DC, 12/05/1983.

1984

Seminário sobre texto de análise do desequilíbrio de balanço de pagamentos. Minneapolis, Minnesota: Departamento de Economia da Universidade de Minnesota, 1984.

Participação de mesa redonda na conferência sobre Opportunites and Constraints in Peripheral Industrial Society: The Case of Brasil". Patrocinada pelo institutos latino-americanos das universidades de Berkeley e Stanford. Berkeley, CA: 30/1-2/2/1984.

Participação no Group Meeting on the UNCTAD Trade and Development Report. Genebra, 30-31/5/1984.

Participação na mesa redonda final da conferência The World Debt Problem in 1985. Patrocinada pelo Columbia Business School. Nova York: Columbia University, 19/11/1984.

Organização de conferência sobre a evolução social no Brasil. Patrocinada pela Fundação Ford e Inter-American Foundation. Nova York: Columbia University, 3-5/12/1984.

Apresentação de texto sobre dívida externa brasileira (com Pedro Malan) em seminário sobre Democratizing Brazil, patrocinado pela Fundação Ford. New Haven, CT: Yale U., 1984.

1985

Participação como comentarista na Workshop on Evolution of the International Monetary Fund. Patrocinada pela Brookings Institution. Washington, DC, 7/1/1985.

Participação como comentarista da Conferência da Universidade das Nações Unidas sobre New Directions in Development Theory. Cambridge, MA: 17-19/1/1985.

Participação como conferencista na reunião do SELA para analisar o papel que desempenham o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Caracas, 16/17/5/1985.

Palestra sobre política econômica do governo brasileiro. Seminário Perspectivas para o Novo Brasil. Patrocinado por CLA Comunicações. Fortaleza, CE, 25/7/1985.

Apresentação de texto sobre o Brasil no seminário US Policy Toward the Emerging Industrial Countries. Patrocinado pelo Economic Policy Council of the United Nations Association of the USA. Nova York, 26/09/1985.

Participação como comentarista na Second Biennial Conference of Research Institutes, patrocinada pelo Institute for International Economics. Washington, DC, 25-28/09/1985.

Participação como comentarista no encontro do Advisory Group on International Economic Issues, patrocinado por WIDER. Helsinki, Finlândia, 27-28/10/1985.

Apresentação de seminários na Universidade de Yale, New Haven, CT, USA, 14-15/11/1985.

1986

Participação como comentarista no encontro sobre Governance of the World Economy, patrocinado por WIDER. Helsinki, Finlândia, 24-26/3/1986.

Participação como panelista. Conferência sobre The Future of the World Bank. Patrocinado pelo Overseas Development Council. Washington, DC: 23-24/06/1986.

Presidência da IX Conferência Interamericana de Estatística. Patrocinada pelo IBGE. Rio de Janeiro, 15-18/09/1986.

Comentarista no seminário sobre a América Latina do Institute for International Economics. Washington, DC: 26-27/9/1986.

Participação como conferencista no encontro do "Working Group of the G-24". Washington, DC, 2-4/12/1986.

1987

Participação como conferencista no encontro do "Working Group of the G-24". Washington, DC: IMF, 6-8/3/1987.

Aula inaugural do ano letivo de 1987 do Departamento de Economia da UnB, com o título: “Instabilidade da economia – reflexões sobre a experiência recente”. Brasília, 18/3/1987.

Apresentação em seminário sobre as condicionalidades do FMI. São Paulo: FIPE/FEA/USP, março 1987.

Participação como membro da 23a. Sessão do Comitê do Planejamento do Desenvolvimento. Nova York: Nações Unidas, 21-24/04/1987.

Participação como expositor do Seminário Anual da ANPEC. Rio de Janeiro: FGV, 5/10/87.

Palestra sobre política econômica e democracia. Partrocinada pelo CREA, Sindicato de Economistas, e IERJ. Rio de Janeiro: Clube de Engenharia, 8/10/87.

Organização de sessão sobre dívida externa e apresentação de texto sobre dívida externa latino-americana, na conferência sobre Survival and Growth in a Polycentric World Economy. Patrocinada pela Associação Econômica Internacional. Basiléia, Suíça, 14-17/10/1987.

Apresentação de texto sobre dívida externa latino-americana. Sessão Plenária de 1987 do Diálogo Interamericano, 18/10/1987.

Palestra sobre dívida externa latino-americana na XXIV Reunião dos Técnicos dos Bancos Centrais do Continente Americano. Patrocinada pelo Banco Central do Brasil. Brasília: Banco Central, 26/10/87.

Palestra sobre economia brasileira. Seminário sobre Economia e Sociedade no Brasil. Belo Horizonte: FACE/UFMG, 3-4/11/87.

Aula Magna do Encontro Anual da ANPEC, sobre políticas de estabilização no Brasil. Salvador, BA: 3/12/1987.

Palestra sobre dívida externa latino-americana. Patrocinada pelo Parlamento Latino-Americano. Brasília: Senado Federal, 16/12/87.

1988

Organização do 1o. Seminário Interamericano de Economia. Patrocinado pela NBER, PUC-Rio e ITAM. Mexico, DF: ITAM, 3/1988.

Apresentação de seminário sobr estratégias de crescimento para o Brasil. Rio de Janeiro: INPES/IPEA, 3/1988.

Apresentação de texto sobre estagnação da América Latina. Conferência sobre o Desenvolvimento Åsia-América Latina. Patrocinado pelo East-West Center's Resource Systems Institute  e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. Hawai, 20-22/04/1988.

Membro de mesa redonda sobre o papel do Brasil no sistema financeiro internacional, no 3o. Encontro do Study Group on Brazil (presidido por John Reed,  Citicorp). Nova York: Council of Foreign Relations, 17/05/88.

Participação como comentarista e panelista no colóquio A World to Make: Development in Perspective. Patrocinado pela American Academy of Arts and Sciences. Cambridge, MA: Harvard University, 19-20/5/1988.

Organizador de seminário sobre o desenvolvimento econômico da América Latina. Patrocinado pelo World Peace Foundation. Caracas, Venezuela: IESA, junho/1988.

Expositor do Simpósio Internacional: Democratizando a Economia. Patrocinado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP e o Woodrow Wilson Center. São Paulo: USP, 26-28/07/1988.

Apresentação de texto sobre economia brasileira no seminário Argentina-Brasil: Perspectivas Comparativas e Eixos de Integração. Patrocinado pela FLACSO: Buenos Aires, Argentina, out/1988.

Palestra sobre economia brasileira. Escola de Comendo e Estado-Maior do Exército. Rio de Janeiro: 17/10/1988.

Participação como expositor do 5o. Encontro dos Economistas do Rio de Janeiro. Patrocinado pelo CREA, 1a. Região. Rio de Janeiro: Clube de Engenharia, out/88.

Participação como expositor do Seminário Internacional de Economia. Patrocinado pela FEA/UFRJ. Rio de Janeiro: FEA/UFRJ, out/88.

Participação como comentarista do Forum Nacional: Idéias para a Modernização do Brasil. Patrocinado pelo Instituto Nacional de Altos Estudos. Rio de Janeiro: BNDES, nov/1988.

1989

Palestra sobre o “New Brazilian Stabilization Package”, Bolivar House of Latin America Studies, Stanford University, Stanford, CA, 25/01/89.

Palestra sobre modelo de três hiatos. Trade and Development Workshop, Departamento de Economia, Universidade da Califórnia, Berkeley, CA, EUA, 2.1989.

Palestra sobre modelo de três hiatos. Trade and Development Workshop, Departamento de Economia, Universidade de Stanford, Stanford, CA, EUA, 2.1989.

Palestra sobre modelo de três hiatos. Departamento de Economia, UCLA, Los Angeles, CA, EUA, 3.1989.

Palestra sobre modelo de três hiatos. Departamento de Economia, Universidade da Flórida, Gainesville, FL, EUA, 3.1989.

Palestra sobre modelo de três hiatos. Public Lecture Series, International Monetary Fund, Washington, DC, EUA, 3.1989.

Organização e apresentação de texto sobre o modelo de três hiatos no 2o. Seminário Interamericano de Economia, patrocinado por NBER, PUC-Rio e FEDESARROLLO. Bogotá, Colombia, 30/3-1/4/1989.

Apresentação de texto sobre a América Latina e o Banco Mundial. Seminário sobre Políticas de Ajuste para o Crescimento Econômico de América Latina. Patrocinado pelo CEMLA. Buenos Aires, 12-14/04/1989.

Palestra sobre conjuntura econômica brasileira na ADESG de Joinville (SC), 21/07/89.

1990

Palestra sobre desenvolvimento recente da economia brasileira. Indira Ghandi Institute for Development Research, Bombaim, India, 12.2.1990.

Palestra sobre dívida externa latino-americana. Research and Information System for the Non-Aligned and Other Developing Countries. Nova Dehli, India, 14.02.1990.

Organização e participação como comentarista do 3o. Seminário Interamericano de Economia, sobre Setor Público e Mercado de Trabalho na América Latina. Patrocinado pelo NBER (EUA) e PUC-Rio. Itacuruçá, RJ, 15-17.03.1990.

Participação como membro da Reunião Anual do Comitê do Planejamento do Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas. Nova York, 30.4-4.5.1990.

Participação como comentarista do Seminário sobre Políticas de Estabilização na América Latina. Patrocinado pelo IDRC (Canadá) e PUC-Rio. Rio de Janeiro, 7-8.6.1990.

Palestra sobre o Plano Collor I, na Faculdade de Ciências Econômicas da UFRJ. Rio de Janeiro, 25.06.1990.

Participação como comentarista de Seminário sobre Dívida Externa. Rio de Janeiro: IPEA, 6.7.1990.

Participação como comentarista de Seminário sobre Programas de Ajuste Estrutural do Banco Mundial. Washington, DC: Banco Mundial, 13-14.09.1990.

Palestra sobre Perspectivas da Economia Brasileira. XVIII Semana de Administração: Desafio da Economia de Mercado. Erechim, RS: Fundação Alto Uruguai para a Pesquisa e o Ensino Superior, 23-26/10/1990.

Participação como comentarista de Seminário sobre a Economia da Nova Europa. Promovido pela Associação Econômica Internacional e o Ministério das Relações Exteriores da Itália. Veneza, 1-4.11.1990.

Palestra sobre perspectivas da economia brasileira. Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, Belo Horizonte, 30.11.1990.

1991

Participação como membro na Reunião do Comitê Asessor dos Projetos Regionais de Pesquisa sobre Políticas Fiscal e Financeira, da CEPAL/PNUD. CEPAL, Santiago, Chile, 30-31/1/1991.

Participação como organizador, comentarista de paper sobre distorções financeiras e crescimento, e membro do painel final, do 4o. Seminário Interamericano de Economia. Patrocinado por NBER, PUC/RJ e PUC-Chile. PUC-Chile, Santiago, Chile, 15-16/3/1991.

Participação como membro na Reunião Anual do Comitê de Planejamento do Desenvolvimento das Nações Unidas. Nova York, EUA, 22-26/4/1991.

Palestra sobre o Plano Brady, no IPEA-Rio de Janeiro, em 16/5/1991.

Palestra sobre o Plano Brady, na Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro, 20/6/1991.

Presidente da Mesa Redonda (com Francisco Lopes, Paulo Guedes, e Antonio Barros de Castro) sobre Política Antiinflacionária na 43a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. UFRJ, 17/7/1991.

Participação como comentarista de artigo sobre a experiência iugoslava, no Seminário sobre a Economia Compartilhada, em homenagem ao Professor James Meade. Patrocinado pela Associação Econômica Internacional. Windsor Park, UK, 20-22/9/1991.

1992

Apresentação de texto final do projeto de pesquisa de Requisitos de Poupança e Investimento na América Latina no Seminário da Rede de Centros de Pesquisa Aplicada, no Banco Interamericano de Desenvolvimento, Washington, DC, 30-31/01/92.

Coorganizador e presidente de mesa do Interamerican Seminar on Economics. Organizado conjuntamente pelo National Bureau of Economic Research, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e Instituto DiTella. Buenos Aires, Argentina, 8-10/05/1992..

Organizador e comentarista de sessão sobre Dívida e Inflação na América Latina do X Congresso Mundial da Associação Econômica Internacional, Moscou, 24-28/08/1992.

Palestra sobre as condições para a retomada do desenvolvimento nacional no Fórum do Pensamento Econômico de Minas Gerais. Sessão Comemorativa dos 60 Anos do Diário do Comércio. Belo Horizonte, 28/10/92.

Co-organizador e apresentador de texto preliminar (em colaboração com Bolívar Lamounier) sobre o caso brasileiro, no Seminário sobre Interações entre Reformas Econômicas Orientadas para o Mercado e Consolidação Democrática na América Latina. Organizado pelo Departamento de Economia da PUC-Rio e o Overseas Development Council (Washington, DC). Rio de Janeiro, 9-10/11/92.

1993

Apresentação de texto sobre o caso brasileiro (em colaboração com Bolivar Lamounier), no Seminário sobre Interações entre Reformas Econômicas Orientadas para o Mercado e Consolidação Democrática na América Latina e Leste Europeu. Organizado pelo Overseas Development Council. Washington, DC, 7-9/3/93.

Comentarista na sessão sobre estratégias de inserção internacional da economia brasileira. V Fórum Nacional. Organizado por João Paulo dos Reis Velloso. São Paulo, 3-6/5/93.

1994

Apresentação em mesa redonda sobre o Plano Real. Seminário Interamericano de Economia, patrocinado por NBER/PUC-Rio/ITAM. Mexico, DF: 10-12/11/94.

1995

Apresentação sobre a privatização da Companhia Vale do Rio Doce na Comissão de Economia da Câmara Federal, Brasília, DF, 10.05.95.

Apresentação sobre a privatização da Companhia Vale do Rio Doce na Comissão de Economia do Senado Federal, Brasília, DF, 16.05.95.

Palestra sobre o programa de privatização do governo federal, Brasília, DF: Tribunal de Contas da União, 30.06.95.

Apresentação sobre a privatização da Rede Ferroviária Federal na Comissão de Transportes da Câmara Federal, 17.08.95.

Palestra sobre a privatização da Companhia Vale do Rio Doce na Federação das Indústrias de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, 18.08.95.

Apresentação sobre o BNDES e o setor agrícola na Comissão de Agricultura da Câmara Federal. Brasília, DF, 05.09.95.

Palestra sobre a economia brasileira e o Mercosul. Londres, R.U.: Confederação das Indústrias Britânicas,  21.09.95.

1996

"Keynote Speech" sobre o Plano Real na conferência The Economic, Social and Political Consequences of the Sabilization Plan in Brazil. Londres: Institute of Latin American Studies, University of London, 22-23/02/1996. 

Palestra sobre o Plano Real. Caracas, Venezuela: Banco Central da Venezuela, 08/03/96

Apresentação sobre Oportunidades de Investimento no Brasil, no Seminário The Future of Brazil, patrocinado pelo Chicago Council of Foreign Relations e o First Bank of Chicago. Chicago, EUA, 12/03/96.

Apresentação do caso da Venezuela e comentarista do caso do Brasil no Meeting on Latin America. Washington, DC: Fundo Monetário Internacional, 12.04.96.

Apresentação de texto sobre "Fundos de pensão: os ganhos sociais", na mesa redonda A Democratização do Capitalismo Brasileiro e a Participação dos Fundos de Pensão. Patrocinado pelo Instituto Cultural de Seguridade Social. São Paulo, 18.04.96.

Apresentação sobre o "O plano brasileiro de estabilização econômica e as perspectivas da economia brasileira", no Union International Club. Frankfurt, Alemanha, 13.05.96.

Seminário sobre Política Industrial, Emprego e Formação Profissional no Brasil. Debatedor do texto de Regis Bonelli, sobre política industrial, produtividade e emprego. Rio de Janeiro: CIET/SENAI, 14.07.96.

Apresentação de texto sobre o Plano Real no Seminário Internacional sobre Dois Anos do Plano Real. Patrocinado pelo CEPAL e IPEA. Brasília, 01.07.96.

Apresentação de texto sobre o Plano Real , participação na mesa redonda sobre o futuro do desenvolvimento latino-americano, e leitura de nota em homenagem a Albert Fishlow, no Seminário Internacional "Albert Fishlow: Desarrollo Económico y Distribución de Ingresos". Organizado pelo Departamento Nacional de Planificación. Santafé de Bogotá, 11-12 julho 1996. 

Palestra sobre Perspectivas Atuais da Economia Brasileira. São Paulo: Instituto Brasileiro de Executivos Financeiros, 29.08.96.

Apresentação do texto "Os fundos de pensão e a democratização do capitalismo brasileiro" no XVII Congesso Brasileiro dos Fundos de Pensão. Recife, 19.09.96.

1997

Participação como comentarista do texto de Michael Dooley, “The theory of government asset and liability management”, no Public Debt Management Seminar, patrocinado pela PUC e BACEN. Rio de Janeiro, 1/8/97.

Palestra sobre “A formação da taxa de juros”, no Seminário Aspectos Jurídicos do Sistema Financeiro. Patrocinado pela Escola Nacional de Magistratura e ANBID. Cabo de Santo Agostinho, PE, 4-7/9/97.

1998

Comentarista da palestra do Dr. Maxim Boicko, ex-Ministro da Privatização da Rússia, sobre o processo de privatização na Rússia, patrocinado pelo Banco Crédit Agricole Indusuez. São Paulo: Museu de Arte Moderna, 11/03/98.

Palestra  sobre “Brazil’s economy and the Asian crisis”. Nova York: Council of the Americas/Americas Society, 20/03/98.

Palestra sobre perspectivas da economia brasileira em 1998-99, no seminário comemorativo de 4 anos do Real. Rio de Janeiro: Associação Comercial do Rio de Janeiro, 1º de julho 1998.

Palestra sobre o impacto da crise financeira internacional no Brasil, por ocasião do recebimento do Prêmio Diaz-Alejandro, no Encontro Annual da Associação Latino-Americana de Economia. Buenos Aires: Universidade Di Tella, 23/10/98

Apresentação do texto “Inflação e balanço de pagamentos: a influëncia da Cepal nos anos 70 e 80”, no seminário comemorativo do cinquentenário da Cepal. Santiago, Chile: Cepal, 26/10/98.

Exposição sobre a economia brasileira na reunião do conselho diretor da Capital International Inc. Washington, DC: Four Seasons Hotel, 03/11/98.

Exposição sobre economia brasileira na Americas Society/Council of Americas. Nova York, 23/11/98.

1999

Palestra sobre perspectivas da economia brasileira, na Brazilian-American Chamber of Commerce. Nova York: Harvard Club, 20/01/99.

Palestra sobre prospectos da economia brasileira, na Brazilian-American Chamber of Commerce. Nova Hork: Harvard Club, 21/07/99.

Apresentação do texto “International financial system: risks and opportunities for emerging market economies”, no Seminário União Européia e Brasil: Realidades e Expectativas de uma Relação Transatlântica. São Paulo: Fundación Euroamérica, 1-2/12/99.

2000

Palestra sobre “A Nova Economia: Promessas e Realizações”, no 21o. Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão. Salvador, Bahia, 21/11/2000.

Palestra sobre “Regulação e Auto-Regulação do Sistema Financeiro”, no Seminário sobre Reforma do Sistema Financeiro Nacional – Regulamentação do Art. 192 da Constituição Federal. Patrocinado pela Comissão de Reforma do Sistema Financeiro Nacional do Congresso Nacional. Rio de Janeiro: RioCentro, 29/11/2000.

2001

Palestra com ‘Sugestões para uma Agenda de Pesquisas em Macroeconomia para o IPEA’ no I Encontro Anual dos Técnicos do IPEA/DIMAC 2001. Rio de Janeiro: IDEA, 23/08/2001.

2002

Apresentação sobre a economia brasileira no ‘2002 Brazil Summit’ da Brazilian American Chamber of Commerce. Fortaleza, Ceará, 12/3/2002.

Palestra sobre “Economy and Politics in Brazil”, na Brown Bag Series, Center for Brazilian Studies, School of Int’l and Public Affairs. Nova York: Columbia University, 5/4/2002.

Palestra sobre “Perspectivas Políticas e Econômicas do Brasil, 2002-03”, no Seminário comemorativo do 25o. aniversário da Norsk Hidro no Brasil. Rio de Janeiro: Hotel Sofitel, 26/4/2002.

Apresentação de “Notes on inflation targeting in Brazil”, no Seminário Comemorativo do 3o. Ano do Regime de Metas Inflacionárias. Rio de Janeiro: Banco Central, 17/5/2002.

Apresentação de “Notas sobre a Experiência de Flutuação Cambial no Brasil”, na abertura do Seminário do Depto de Economia da PUC-Rio,  ‘Dificuldades da Flutuação Cambial: Experiência Internacional e Lições para o Brasil’. Rio de Janeiro: Casa das Garças, Gávea, 28/6/2002.

Apresentação do comentário “Depois do Neoliberalismo, o quê? Esboço de um roteiro para o Dissenso de Cambridge”, no seminário “Novos Rumos para o Desenvolvimento”. Rio de Janeiro: BNDES, 12-13/9/2002. Texto revisto, com o título publicado em A. C. Castro (org.), Desenvolvimento em Debate: Novos Rumos do Desenvolvimento no Mundo. Rio de Janeiro: Mauad: BNDES, 2002, págs. 359-66.

Apresentação de “Cenário Econômico 2002-2004” no seminário “Perspectivas para o Novo Brasil 2003”. Campinas, SP: Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF)/Seccional Campinas SP, 21/11/2002.

Apresentação do texto “Reflexões pós-cepalinas sobre inflação e crise externa”, na sessão especial Anpec/Cepal sobre Vulnerabilidade Externa da América Latina, no XXX Encontro Nacional de Economia da Anpec. Nova Friburgo, RJ, 10-13/12/2002.

2003

Palestras sobre “Crescimento Econômico Brasileiro: Possibilidades, Limites e Assimetrias” no curso “Oficinas com Pensadores Brasileiros”, do programa de mestrado em relações internacionais para diplomatas, Instituto Rio Branco/Itamaraty. Brasília, 23 e 24/04/2003.

Coordenador do painel sobre Eficácia e Mecanismos de Transmissão de Política Monetária, no Seminário Política Monetária: Choques e Eficácia. Rio de Janeiro: Banco Central, 17/07/2003.

Apresentação (com Regis Bonelli) do texto “Accounting for Brazil’s Growth Experience: 1940-2002”, no Seminário “Inflation Targeting and Debt:: The Case of Brazil”. Rio de Janeiro: Instituto de Estudos de Política Econômica, Casa das Garças, 12-13/12/2003.

Apresentação (com Persio Arida e Andre Lara Resende) do texto “High interest rates in Brazil: conjectures on the jurisdictional risk”, no Seminário “Inflation Targeting and Debt: The Case of Brazil”. Rio de Janeiro: Instituto de Estudos de Política Econômica, Casa das Garças, 12-13/12/2003.

2004

Palestras sobre “Limites ao Crescimento Econômico Brasileiro”, no curso Workshops com Pensadores Brasileiros, do programa de mestrado em relações internacionais para diplomatas, Instituto Rio Branco/Itamaraty. Brasília, 12 e 13/05/2004.

Apresentação do texto “Como fazer para o Brasil voltar a crescer? Sugestões de duas pesquisas recentes”, no Painel “As Questões da Estrutura Produtiva”, do Seminário Brasil: Propostas de Desenvolvimento, na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados. Brasília, DF, 8 de junho de 2004.

Seminário sobre o texto “Credit, Interest, and Jurisdictional Uncertainty: Conjectures on the case of Brazil”, no Departamento de Economia da PUC-Rio, 24 de junho de 2004.

Apresentação do texto “Como fazer para o Brasil voltar a crescer?” no Seminário Reformas, Concorrência e Crescimento, promovido pelo Departamento de Economia da PUC-Rio. Rio de Janeiro: Casa das Garças, 25 de junho de 2004.

Apresentação para jornalistas sobre “Crédito, Juros e Incerteza Jurisdicional: Conjecturas sobre o Caso Brasileiro”. São Paulo: Febraban, 10 ago. 2004.

Palestra sobre “Formação da Taxa de Juros na Economia Brasileira”, no seminário “A Macroeconomia Brasileira e o Judiciário: Questões Jurídicas e Econômicas”. Rio de Janeiro: Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ), 10 setembro 2004.

Apresentação com Regis Bonelli sobre “Contabilizando o Crescimento Econômico Brasileiro, 1940-2002”. Rio de Janeiro: IPEA, 15 setembro 2004.

Palestra sobre “Da Estabilidade ao Crescimento: Conjecturas sobre a Taxa de Juros no Brasil” na 8ª. Semana FACE sobre 10 Anos de Real. Belo Horizonte: Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, 17 setembro 2004.

Palestra sobre “Crédito, Juros e Jurisdição: Conjecturas sobre o Caso Brasileiro”, no Seminário Direito, Economia e Mercado Financeiro, promovido pela Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (AJURIS) e Escola Superior de Magistratura do Rio Grande do Sul. Gramado, RS, Hotel Serrra Azul, 16 outubro 2004.

Comentarista da apresentação do Prof. Ben Bernanke sobre “Oil and the US economy”. Rio de Janeiro: IEPE/Casa das Garças, 17 novembro 2004.

Participação como comentarista do I Seminário Anbid de Mercado de Capitais. São Paulo: Hotel Unique, 7 dezembro 2004.

2005

Apresentação sobre “Autonomia do Banco Central: por quê?”, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal. Brasília, D.F.: 19 abril 2005.

Palestra sobre “Incerteza jurisdicional, crédito e juros no Brasil”, para o Harvard Club do Brasil. São Paulo, 17 maio 2005.

Apresentação sobre “Mercado de capitais e crescimento econômico”, 3º. Congresso de Fundos de Investimento da Anbid. São Paulo, 1º de junho de 2005.

Comentário sobre “Dolarização e Juros” no II Congresso da Anbid de Mercado de Capitais, SP, 09/11/05.

Comentário sobre o texto de Sebastian Edwards, “Financial openess, crises and output losses”, no Inter-American Seminar in Economics, PUC/NBER, RJ, 1-3/12/05.

2006

Apresentação sobre Perspectivas da Economia Mundial, no 9º. Seminário da Tendências Consultoria sobre Perspectivas da Economia Brasileira. São Paulo, 06/04/06.

Apresentação sobre “Brazil’s Growth Prospects”, na 1st Annual Brazil Conference -- Itaú Securities. Nova York: Palace Hotel, 15/05/06.

Apresentação sobre “Incerteza Jurisdicional e Mercado de Crédito”, no Seminário “Estabilidade Econômica e o Judiciário”, patrocinado pela FGV e o Ministério da Justiça. Rio de Janeiro: Hotel Marriot, 01/09/06.

Seminário sobre The Brazilian Economy and the Presidential Elections. Nova York: Columbia University School of International and Public Affairs, 04-10-06.

Apresentação sobre ‘President Lula – The Next Four Years’ em Mesa Redonda do Brazil Study Group: Nova York: Americas Society, 03-11-06.

Apresentação sobre economia mundial no Seminário do Departamento de Economia da PUC-Rio: 2007 – Desafios, Incertezas e Perspectivas. Rio de Janeiro: Hotel Glória, 15-12-06.

2007

Comentário sobre texto de Samuel Pessoa, “Previdência, Câmbio e Crescimento”. Seminário sobre Câmbio e Crescimento. Rio de Janeiro: IEPE/CdG, 13-02-07.

Seminário com Marcio Holland sobre o texto “Is Brazil Different? Risk, dollarization, and interest in emerging markets”. Rio de Janeiro: IEPE/CdG, 17-05-07.

Apresentação sobre Perspectivas do Crescimento Brasileiro na mesa redonda Cenário Econômico pela Visão de Quem Sabe o Que Diz, organizado pela Bayer S.A. São Paulo: Hotel Grand Hyatt, 25/07/07.

Depoimento para “Anbid 40 Anos”. São Paulo: Anbid,  Julho 2007.

2008

Apresentação “Reflexões Semi-Quantitativas sobre a Retomada do Crescimento”. São Paulo: Aula Inaugural dos Cursos de Pós-Graduação da Escola de Economia da FGV-SP, 04/03/2008. Disponível em www.iepecdg.com.

Discurso de agradecimento pela Medalha Pedro Ernesto. Rio de Janeiro: Câmara Municipal, 19/05/2008. Disponível em www.psdb.org.br.

Colóquio sobre “Por que o juro é tão alto e o crescimento tão baixo?”. Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, 27/05/2008. Disponível em www.iepecdg.com.

Palestra sobre “Brazil and the Global Financial Crisis”. Nova York: Institute of Latin American Studies, Columbia University, 08/10/2008.

2009

Palestra sobre “Vícios, Virtudes e Lições da Crise”, no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. Belo Horizonte, 07/05/2009.

Depoimento para a História Oral Instituto FHC. São Paulo, iFHC, 03.08.2009, 1h10min

Conferência sobre “O Brasil e a Economia Mundial: Perspectivas e Desafios”, na abertura do 6º. Seminário de Economia de Belo Horizonte. Belo Horizonte, Fundação João Pinheiro, 16/09/2009.

2010

Palestra sobre “E Belíndia, como vai?”. Rio de Janeiro: Casa do Saber, 14/04/2010.

Apresentação do texto “Boom dos preços das commodities e crescimento na América Latina”. Seminário sobre Desempenho Exportador e Políticas Públicas, patrocinado pelo CINDES. Rio de Janeiro: Porto Bay Rio International Hotel, 23/07/2010.

Comentário a Philippe Aghion, “What are the general forces propelling growth in advanced versus developing economies”. Workshop sobre Restoring Inclusive Growth in Advanced Economies. Patrocinado pelo National Council of Applied Economic Research da India e a NYU Stern School of Business. New York: NYU School of Law, 7/10/2010.

Palestra sobre “Perspectivas del Brasil trás la Crisis”. Econ 2010 – XLV Reunión Anual de La Asociación Argentina de Economía Política. Buenos Aires: Facultad de Ciencias Económicas, Universidad de Buenos Aires, 15/11/2010. 

2011

Seminário sobre política cambial brasileira (com Monica de Bolle). Rio de Janeiro: Casa das Garças, 25/03/2011.

Palestra sobre “Monetary Policy Dilemmas in Brazil”. Jerusalem, Israel: Bank of Israel, 14/04/2011. 

Palestra (coordenada por George Vidor) sobre “Brasil: País Desenvolvido?”. Rio de Janeiro: Polo do Pensamento, 29/06/2011.

Palestra (com Simon Schwartzman, Denis Mizne, André Portela de Souza e Campino), sobre “Brasil: A Nova Agenda Social”. São Paulo: Auditório da Folha de São Paulo, 06/07/2011.

Seminário (com Simon Schwartzman, Piquet Carneiro e André Portela de Souza) sobre “Brasil: A Nova Agenda Social”. São Paulo: Instituto de Estudos Avançados, USP,  17/08/2011.

Apresentação sobre “Por que não volta o alto crescimento?”. Seminário “Transição Incompleta: Dilemas de Política Macroeconômica Brasileira”. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 25/08/2011. [Video: http://www.ifhc.org.br/index.php?module=galeria&class=video&event=ver&id...

Apresentação (com Regis Bonelli) sobre “Formação de Capital e Potencial de Crescimento Brasileiro”. Seminário sobre 40 Anos da Revista Pesquisa e Planejamento Econômico. Rio de Janeiro: IPEA, 31/08/2011.

Palestra sobre “Formação de Capital e Potencial de Crescimento Brasileiro”.Seminário Comemorativo de 10 Anos da Empresa Júnior de Economia da UnB – Econsult. Brasilia: Instituto de Biologia da UnB, 22/09/2011.

Coordenador da Mesa sobre Políticas Sociais. Seminário A Nova Agenda: Desafios e Oportunidades para o Brasil. Rio de Janeiro: Instituto Teotônio Vilela (Hotel Sheraton, Leblon), 07/11/2011.

2012

Apresentação sobre “Desindustrialização: que fazer? Esquema de Agenda para Debate”. 1º. Seminário sobre Desindustrialização. Rio de Janeiro: Casa das Garças, 13/04/2012.

Conferência sobre “Um Futuro sem Indústria?”, no seminário O Brasil do Futuro. São Paulo: Centro Acadêmico da FEA/USP, 28/05/2012.

Apresentação sobre “Bonança externa e desindustrialização:
análise do período 2005-2011”. 2º. Seminário sobre Desindustrialização. Rio de Janeiro: Casa das Garças, 29/06/2012.

Apresentação sobre “Brazil’s growth potencial: some numerical exercises”. Seminário sobre Para Onde Vai a Economia da América Latina?. Rio de Janeiro: IBRE/FGV, 10/08/2012.

Aula sobre “Brazil’s economic transformation: an overview”. Nova York: Curso de Economia do Desenvolvimento do Professor Michael Spence. Stern School of Business,  28/09/2012.

Apresentação sobre “Brazil’s growth potential: an evaluation”. Seminário em Homenagem a Roberto Frenkel. Buenos Aires: Facultad de Ciencias Economicas de la Universidad de Buenos Aires, 12/10/2012.

2013

Organização do seminário internacional The State of the World Economy: Challenges and Opportunities, em homenagem a Pedro Malan. Rio de Janeiro: Casa das Garças, 22/02/2013.

Palestra sobre “The New Brazil: Achievements and Challenges”. New Haven, CT: Yale Law School, 17/04/2013.

Apresentação de “Notas sobre Democracia e Economia no Brasil”. Seminário em Homenagem aos 70 Anos de Bolivar Lamounier. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 26/04/2013.

Palestra sobre O Futuro da Indústria no Brasil. Vitória, ES: IBEF-ES e Grupo Gazeta, Auditório do Grupo Gazeta, 27/05/2013.

Palestra sobre O Futuro da Indústria no Brasil. Santo André, SP: Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá, 06/06/2013.

Palestra sobre O Futuro da Indústria no Brasil. São Paulo, SP: Diretoria da Votorantim, 06/06/2013.

Palestra sobre O Futuro da Indústria no Brasil. Belo Horizonte, MG: Fundação João Pinheiro, 07/06/2013.

Exposição sobre Entraves Estruturais e Macroeconômicos à Competitividade da Economia Brasileira, no Seminário Reindustrialização do Brasil. São Paulo: FIESP, 26/08/2013.

Apresentação sobre “Integrar para Crescer: O Brasil e a Economia Mundial”. Fórum Nacional do Instituto Nacional de Altos Estudos, sobre Brasil: Estratégia de Desenvolvimento Industrial com Maior Inserção Internacional e Fortalecimento da Competitividade. Rio de Janeiro: BNDES, 18/09/2013.

Painel sobre “Estabilização da economia, Plano Real, atual cenário e perspectivas”, com Miriam Leitão e Monica de Bolle. Rio de Janeiro: Encontros O Globo, Casa do Saber, 19/09/2013.

Exposição sobre a Abertura da Economia Brasileira, no Seminário Agenda Econômica Externa do Brasil. Rio de Janeiro: CINDES, 29/11/2013.

2014

Apresentação sobre “Abrir ou abrir: eis a questão”. São Paulo: Centro de Debates de Políticas Públicas.Casa Ibiá. 28/01/2014.

Apresentação sobre preços surreais, carga tributária e abertura da economia, no seminário sobre 20 Anos do Plano Real. Organizado pelo Instituto Fernando Henrique Cardoso. São Paulo: Livraria Cultura, Conjunto Nacional. 12/03/2014.

Apresentação sobre “To open or to open, that’s the question”. Nova York: Brazilian American Chamber of Commerce. 2014 Brazil Summit. Luncheon Keynote Speaker. 14/04/2014.

Apresentação sobre “Abrir o abrir, ésa es la cuestión”. Nova York/Buenos Aires, Instituto DiTella, Seminario en Honor a Adolfo Canitrot. 25/04/2014.

Palestra sobre “The New Brazil: Achievementss and Challenges”. New York: Columbia University Brazil Seminar. 10/09/2014.

Palestra sobre “Integrar para Crescer: O Brasil na Economia Mundial”. Brasília: Ciclo 2014-II do Seminário Conjunto de Pesquisa do Grupo de Pesquisa em Economia e Política da UnB/CNPq, UnB, 09/102014.

Palestra sobre “Preâmbulo à Mesa-Redonda sobre a Participação do Brasil nas Cadeiais Mundiais de Valor”. Rio de Janeiro: CEBRI, 26/11/2014.

2015

Seminário sobre a abertura da economia brasileira para o Grupo de Conjuntura FIPE-EAE. São Paulo: FIPE-EAE, USP, 28/05/2015.

Apresentação em português de “Accounting for two coincident growth collapses: Brazil and Mexico after the 1980s” para grupo de estudos de economistas do BNDES. Rio de Janeiro: BNDES, 24/06/2015.

Apresentação em português de “Accounting for two coincident growth collapses: Brazil and Mexico after the 1980s”. Seminário em homenagem a Albert Fishlow. Rio de Janeiro: Casa das Garças, 03/07/2015.

Apresentação, com Regis Bonelli, em português, de “Accounting for two coincident growth collapses: Brazil and Mexico after the 1980s”. Rio de Janeiro: IBRE/FGV, 27/07/2016.

Apresentação em inglês de “Why are Brazil and Mexico not rich?”. Sessão do curso sobre Political, Social, and Economic Development in Brazil I. Nova York: Columbia University School of International Affairs, 07/10/2015.

2016

Palestra sobre “Por que Brasil e México não ficam ricos?”. Série Diálogos do Cebrap e Folha de São Paulo. São Paulo: Cebrap, 02/02/2016.

Conferência sobre “Abrir ou abrir: eis a questão”. No 3º. Ciclo de Conferências 2016, organizado pelo acadêmico Merval Pereira. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 31/05/2016.  http://www.academia.org.br/eventos/abrir-ou-abrir-eis-questao

Apresentação “É óbvio que a abertura é benéfica! Por que então é tão difícil abrir?”.  Workshop CINDES & CDPP "A integração internacional da economia brasileira:  Propostas para uma nova política comercial“.

Rio de Janeiro:  Porto Bay Rio Internacional Hotel, 15/07/2016.

Palestra sobre “Integrar para Crescer 2.0”. Rio de Janeiro: Fórum Nacional, 14/09/2016

Os Lisboa: fragmentos de memória - Conferência na Academia Mineira de Letras. Belo Horizonte, 28 de junho de 2017.