Início > Noticias > Seminário ‘Brasil, brasis’ de novembro debate na ABL o tema liberdade de expressão, com as participações de Daniela de Castro Pinheiro e Pablo Cerdeira

Seminário ‘Brasil, brasis’ de novembro debate na ABL o tema liberdade de expressão, com as participações de Daniela de Castro Pinheiro e Pablo Cerdeira

A Academia Brasileira de Letras deu continuidade à série de Seminários “Brasil, brasis” de 2018 com o tema A liberdade de expressão: da luta contra a censura às fake news, coordenação geral do Acadêmico, professor, escritor e poeta Domício Proença Filho (quinto ocupante da Cadeira 28, eleito em 23 de março de 2006), e coordenação da Acadêmica, escritora e ensaísta Rosiska Darcy de Oliveira (sexta ocupante da Cadeira 10, eleita em 11 de abril de 2013). Os participantes convidados foram Daniela de Castro Pinheiro e Pablo Cerdeira. O evento foi realizado no dia 27, terça-feira, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro. Entrada franca.

O Seminário Brasil, brasis tem patrocínio do Bradesco.
 

OS PARTICIPANTES

Diretora de redação da revista Época, Daniela Pinheiro é formada em jornalismo pela Universidade de Brasília. Entre 2015 e 2016, foi bolsista da John S. Knight Journalism Fellowships, na Universidade Stanford. Em seu currículo consta, também, passagens pela Folha de S.Paulo e pelo Jornal do Brasil. Durante dez anos, trabalhou na revista Veja, nas sucursais de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Por outros 11 anos, esteve na revista Piauí, onde foi repórter especial e editora do site e de novos projetos. Ganhou quatro vezes o “Troféu Mulher Imprensa” e, três vezes, o “Prêmio Comunique-se”, como melhor repórter de mídia impressa.

Pablo Cerdeira é professor da FGV direito Rio e Coordenador do Centro de Tecnologia e Sociedade – CTS/FGV e membro do Conselho do Cesar – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, desenvolvendo projetos com foco nos impactos que as novas tecnologias, como os grandes volumes de dados (big data), as redes sociais e a inteligência artificial, exercem sobre a sociedade.

Advogado formado pela Universidade de São Paulo em 2002, atua há mais de 15 anos com Direito e Tecnologia. Foi coordenador do Prêmio Innovare e do Justiça Sem Papel pela FGV. Atuou na Reforma do Poder Judiciário e foi Chefe de Gabinete no CNJ em suas duas primeiras composições (2005/2007 e 2007/2009). Na FGV, criou o Supremo em Números em 2009.

Cerdeira foi Subsecretário de Defesa do Consumidor na Cidade do Rio de Janeiro e Chief Data Officer da Prefeitura do Rio de Janeiro, chefiando o Escritório de Big Data da Prefeitura do Rio de Janeiro entre 2013 e 2016.

Recebeu o Prêmio Spencer Vampré da Universidade de São Paulo em 2004, no mesmo ano em que foram premiados antigos alunos como Mino Carta, José Mindlin, Lygia Fagundes Telles, Rubens Ricupero, Nelson Pereira dos Santos, Juca de Oliveira, Victor Siaulys entre outros.

13/11/2018

Notícias relacionadas

Vídeos relacionados