Início > Noticias > “Música de câmara na ABL” de junho apresenta o concerto “Música rara para duas violas da gamba e espineta”

“Música de câmara na ABL” de junho apresenta o concerto “Música rara para duas violas da gamba e espineta”

A Academia Brasileira de Letras dá continuidade à sua série “Música de Câmara na ABL” de 2017, sob coordenação do Acadêmico Marco Lucchesi, com o concerto Música rara para duas violas da gamba e espineta, com Kristina Augustin e Mario Orlando (viola da gamba baixo sete cordas), e Eduardo Antonello (espineta). O espetáculo está programado para o dia 1º de junho, quinta-feira, às 12h30min, no Teatro R. Magalhães Jr., na Avenida Presidente Wilson 203. Entrada franca.

PROGRAMA – John Ward – Air I – VI e Air IV; Mathew Locke – Fantazie 10, Fantazie 11 e Saraband; Benjamim Helly – Sonata VI (Grave – Allegro – Largo – Presto); Marin Marais – Chacone Sol M (livre I); e Michel Corrette – Concert Le Phénix (Allegro – Adagio – Allegro).

Acadêmico Marco Lucchesi convida para a Música de Câmara na ABL

Saiba mais

Com ampla experiência musical, Kristina Augustin e Mario Orlando formam o único duo de violas da gamba em atividade permanente no Brasil, e vêm realizando um trabalho de estudo, pesquisa e concertos, com repertório original para duas violas.

Os músicos se conheceram em 1983, quando ainda tocavam flauta-doce no conjunto Música Antiga da UFF, em Niterói. Nesse grupo, tiveram a oportunidade de conhecer a viola da gamba e, juntos, participaram de diversos cursos e festivais de Música Antiga no Brasil, recebendo orientação de professores brasileiros como Myrna Herzog e Eunice Brandão, e estrangeiros, como Wieland Kuijken, Judith Davidoff e Marianne Muller.

Na busca de aprimoramento musical e especialização, Mario partiu para Nova Iorque e, depois, para Lyon na França, e Kristina, para Basileia/Suíça, complementando seus estudos em Birmingham, na Inglaterra. Ao retornarem do exterior trazendo na bagagem partituras e violas, uniram-se novamente, realizando o primeiro concerto em 1995.

Nessa trajetória, o duo vem-se apresentando pelo Estado e por todo o Brasil. Juntos, solaram no concerto Brandenburgo nº 6 de J.S. Bach, sob a regência de Ricardo Rocha, na Sala Cecília Meireles, RJ.

Gravaram, em 2010, o CD “Fantasias para duas violas da gamba”, com participação especial do cravista Eduardo Antonello, primeiro CD brasileiro dedicado ao repertório para duas violas da gamba.   

19/05/2017

Notícias relacionadas