Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Artigos

Artigos

  • Uma crença e um temor

    O Globo, em 20/06/2018

    O empate com a Suíça me preocupou menos do que seu possível efeito negativo no estado de espírito do brasileiro, cujo humor, como se dizia na coluna de sábado, véspera do jogo, é ciclotímico, ora está lá em cima, ora lá em baixo. Como o país vem de uma fase ruim em vários setores — crises política, econômica, moral — contava-se com uma vitória no futebol para, por contágio, espantar o baixo astral e a tristeza geral.

  • Juntos numa só emoção

    O Globo, em 16/06/2018

    Amanhã deverá ser um dia como há muito não se via igual. Os brasileiros, enfim, estarão torcendo por um mesmo lado nas redes sociais, nos bares, nas ruas, em casa e diante da televisão. Sem polarização, sem ódio e sem xingamentos, não serão nem Fla nem Flu, nem esquerda nem direita, nada de coxinhas x petralhas, de golpistas x mortadelas, de neofeministas x feministas, de negros x os não bastante negros. Como no velho hino, todos estarão “ligados na mesma emoção” vibrando pela seleção.

  • Espantando turistas

    O Globo, em 13/06/2018

    Quem já morou na Urca nos anos 60, como eu, dificilmente poderia imaginar que o então mais seguro bairro do Rio iria se transformar em um campo de batalha de facções de bandidos capaz de fornecer o seguinte título para a primeira pagina do jornal de anteontem: “Sete corpos achados na Urca”. É um cenário que não tem nada a ver com o território edênico, modelo de segurança pública, onde me casei, onde meus filhos nasceram e foram criados.

  • De repente, a corrente

    O Globo, em 06/06/2018

    Nesta minha volta das férias, durante as quais, digamos, os caminhoneiros aproveitaram para provocar uma crise de desabastecimento de combustíveis e de alimentos em todo o país, esvaziando prateleiras de supermercados e bloqueando estradas, o único a não fazer feio foi Neymar. Ao contrário, ele esteve “acima das expectativas”, como avaliou Tite, e nós, torcedores, concordamos.

  • O programa valeu a pena

    O Globo, em 09/05/2018

    Há um evidente exagero no que vou dizer, mas vamos lá: tenho vivido o ano de 1968 mais agora do que na época. É apenas uma sensação, claro, mas tão intensa que vou ter que tirar umas semanas de férias para poder dar conta dos compromissos assumidos — artigos, entrevistas, inclusive para rádios, documentários e teses, e palestras aqui e em outras cidades.

  • Temer, Boulos e os sem-teto

    O Globo, em 05/05/2018

    Justiça seja feita. Mesmo sabendo, ou prevendo, que seria hostilizado, Temer, estando em SP, enfrentou o risco e não deixou de levar seu apoio às famílias das vítimas do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, onde só não foi agredido fisicamente porque saiu às pressas, escoltado por seguranças.

  • A total falta de estima

    O Globo, em 02/05/2018

    Domingo de manhã, uma amiga telefona para comentar a divertida crônica de Xexéo sobre a dificuldade de manter uma vida social nos dias de hoje.

  • Com o Brasil em Cannes

    O Globo, em 25/04/2018

    Cacá Diegues está voltando em breve a Cannes com seu “Grande circo místico”, 54 anos depois de participar do XVIII Festival de Cinema — ele, com “Ganga Zumba”; Glauber Rocha, com “Deus e o diabo na Terra do Sol”; e Nelson Pereira dos Santos, com “Vidas secas”.

  • O poder de dividir

    O Globo, em 21/04/2018

    De tudo o que aconteceu em abril do ano passado durante a palestra do deputado Jair Bolsonaro no clube Hebraica do Rio de Janeiro, o mais estarrecedor não foi nem o que ele disse e que levou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a pedir há pouco ao STF sua condenação a três anos de prisão e multa de R$ 400 mil pelos crimes de racismo contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e gays.

  • Parece que foi hoje

    O Globo, em 18/04/2018

    O que faz com que tantos jovens se interessem hoje por um tempo que eles não viveram? Será que, meio século depois, 1968 ainda tem o que dizer a eles? Dá para confiar numa geração que dizia não confiar em ninguém com mais de 30 anos? Que balanço se pode fazer de um tempo tão carregado de sonhos e de ambições?

  • Palmas para a boa notícia

    O Globo, em 14/04/2018

    São tão raras as boas notícias hoje que vale a pena comemorar os quatro anos de uma vitoriosa experiência pedagógica, cujo conceito inovador consiste em adotar “a educação com e através de uma causa”, de preferência associando o aprendizado formal ao exercício da cidadania.

  • Mais pesar que júbilo

    O Globo, em 11/04/2018

    É provável que eu repita muito do que escrevi por ocasião da condenação de Lula em janeiro. O sentimento de pesar é o mesmo. Para quem acompanhou sua trajetória desde o começo, é difícil comemorar sua prisão. Acho que o lamento é parecido com o de Frei Betto e Ricardo Kotscho, grandes amigos do ex-presidente, mas que não misturam coração e mente, o homem e o político.

  • Cenas de um dia na Corte

    O Globo, em 07/04/2018

    Foram quase 11 horas com apenas alguns intervalos, bem mais do que a peça de Ariane Mnouchkine “Rei do Camboja”, de oito horas, a que assisti em 1985 em Paris e que era o meu recorde de espectador. Só que o espetáculo do STF teve mais suspense, pois não se sabia o que iria acontecer com o protagonista.

  • O dia D. De dúvidas

    O Globo, em 04/04/2018

    À maneira das telenovelas. No capítulo anterior, um dos personagens alegou que precisava se ausentar, os outros estavam cansados, e a diretora do espetáculo não teve alternativa senão suspender a sessão, que já durava cinco horas, e transferir para hoje o suspense de um desfecho que nem se sabe se haverá.

  • Perdendo a guerra

    O Globo, em 31/03/2018

    Neste fim de Semana Santa, é triste e preocupante constatar que a violência ampliou seu campo de ação e chegou à política. Ao mesmo tempo em que o ministro Edson Fachin, do STF, revelava que ele e sua família estão sofrendo ameaças, dois ônibus da caravana do ex-presidente Lula no Paraná eram atingidos não mais por ovos e pedras, mas por balas dirigidas, não perdidas. É indispensável que o repúdio geral, inclusive dos opositores do líder petista, se transforme numa investigação que descubra os responsáveis. O alvo não foi atingido, mas a democracia sim.