Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Início > Artigos

Artigos

  • Desejo de destruição

    O Globo, em 03/12/2019

    Quando você pensa que já viu de tudo, até que a Terra é plana e que “DiCaprio paga pra tocar fogo na Amazônia”, amanhece com o novo presidente da Funarte afirmando, acredite, que o rock não só ativa a droga como “alimenta uma coisa muito mais pesada, que é o satanismo”. 

  • A fim de não esquecer

    O Globo, em 19/11/2019

    Depois da polêmica causada por suas declarações equiparando o Rio a Nova York, Paris e Madri, em matéria de segurança pública, o governador Wilson Witzel explicou que estava se referindo às áreas turísticas das cidades.

  • A disputa bipolar

    O Globo, em 12/11/2019

    O primeiro fim de semana de Lula fora da prisão transcorreu sem qualquer convulsão social, como muitos previam, o que foi uma boa notícia. 

  • O pesadelo das manchas de óleo

    O Globo, em 30/10/2019

    ​A pergunta da repórter ao oceanógrafo era se as misteriosas manchas das praias do Nordeste, que há dois meses não param de descer no mapa, podiam chegar a Santa Catarina.

  • Vencendo um estigma

    O Globo, em 22/10/2019

    Depois de ter sido diagnosticado com um tumor maligno na bexiga há mais de 20 anos, leio sexta-feira passada o relato edificante de Ruth de Aquino “Meu câncer cor de rosa”. 

  • A que não diz o nome

    O Globo, em 09/10/2019

    Ao contrário da censura dos tempos da ditadura militar, que era escancarada e tinha até um departamento oficial, a de Bolsonaro é uma daquelas doenças que têm vergonha de dizer o nome. 

  • Witzel tira o corpo fora

    O Globo, em 25/09/2019

    Mesmo antes de terminadas as investigações, o governador Wilson Witzel se antecipou e concluiu por conta própria, ou seja, por palpite, que os responsáveis pela execução de Ágatha, de 8 anos, são os “usuários de drogas”, e não o PM que a mãe da menina acusa de ter dado o tiro pelas costas de sua filha.

  • De censura e liberdade

    O Globo, em 11/09/2019

    O descrédito do prefeito do Rio é tão grande que, quando ele dá uma ordem, o efeito involuntário é exatamente o contrário. 

  • Discutindo a relação com a França

    O Globo, em 28/08/2019

    Desde a Guerra da Lagosta, em 1962, quando atribuíram ao general De Gaulle a frase “o Brasil não é um país sério”, que ele não pronunciou, as relações entre seus presidentes não estiveram tão desgastadas.