Início > Artigos

Artigos

  • De volta ao jogo

    O Globo, em 21/09/2018

    O resultado da pesquisa do DataFolha parece ter reaberto a possibilidade de surgir uma terceira via pelo centro contra os extremos. Ciro Gomes busca esse caminho de volta às suas origens, depois de ter flertado com a esquerda nos últimos anos. 

  • Um país congelado

    O Globo, em 20/09/2018

    O país ficou congelado no tempo, como os personagens da novela, e, a exemplo deles, os políticos mantêm-se com os mesmos hábitos.

  • Os fantasmas da eleição

    O Globo, em 18/09/2018

    Esta é uma eleição fantasmagórica, e não apenas porque o principal líder de esquerda está na cadeia, impedido de disputar a eleição por ter sido condenado por corrupção, e Bolsonaro, que se tornou o líder de uma direita que parecia não existir no Brasil, estar no hospital, após ter sido esfaqueado.

  • Manual da pequena política

    O Globo, em 16/09/2018

    Comparar as campanhas eleitorais na Antiga Roma com a atuação política atual serve de escusa para os que fazem a “pequena política”, que alegam que esse toma lá dá cá existe desde sempre, mas também de ensinamento histórico para que prevaleça a “grande política” que predominava, principalmente, em Roma no século I d.C.

  • Haddad e Ciro se distanciam

    O Globo, em 15/09/2018

    Com o crescimento da candidatura de Fernando Haddad do PT, e a manutenção de Ciro Gomes nos mesmos patamares, parece ter encurtado o campo para os demais candidatos que disputam o segundo turno.

  • A busca de voto

    O Globo, em 14/09/2018

    Com o voto útil ficando mais decisivo na reta final da eleição, um estudo interessante do banco Itau sobre os eleitores que estão indecisos ou dispostos a votar nulo ou em branco pode dar uma contribuição para o entendimento do que poderá ser o quadro futuro.

  • O voto de qualidade

    O Globo, em 13/09/2018

    Com a tendência de Bolsonaro garantir um lugar no segundo turno, e possivelmente em primeiro lugar, a campanha eleitoral em seus derradeiros vinte e poucos dias vai tomar um caminho semelhante à de 2014, quando o voto útil levou o candidato tucano Aécio Neves ao segundo turno quando perdia para Marina até dois dias antes.

  • Tendências

    O Globo, em 12/09/2018

    Embora não seja correto tecnicamente comparar as pesquisas do Datafolha e do Ibope, que usam métodos diferentes, e são publicadas em épocas distintas, é possível fazer-se uma análise das tendências apontadas por elas.

  • O prazo fatal

    O Globo, em 11/09/2018

    A relutância de Lula em anunciar seu substituto na urna eletrônica revela uma obstinação que chega às raias do absurdo, prejudicando seu partido em benefício próprio. O ex-presidente joga suas fichas todas na possibilidade de o ministro Celso de Mello dilatar o prazo para a mudança de chapa, determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral para encerrar-se hoje.

  • Os vices na berlinda

    O Globo, em 09/09/2018

    A eleição presidencial deste ano, que já se diferenciava das anteriores pelo clima de radicalização política, tem uma característica especial: os dois primeiros colocados nas pesquisas estão fora da disputa, um definitivamente, outro temporariamente, dando protagonismo a seus vices.

  • Todos se reposicionarão

    O Globo, em 08/09/2018

    Ficou famosa a frase de Lula pouco antes de ser preso: “Se me prenderem, viro herói, se me matarem viro mártir, se me deixarem solto, viro presidente”. Da mesma forma, um dos filhos de Bolsonaro, o candidato a senador pelo Rio Flavio Bolsonaro, disse logo depois do atentado: “Acabaram de eleger meu pai”.

     

  • Uma situação de ruptura

    O Globo, em 07/09/2018

    A radicalização da política brasileira teve seu ápice até agora com o ataque sofrido ontem pelo candidato à presidência da República Jair Bolsonaro, que lidera a corrida eleitoral quando o quadro real é apresentado ao eleitor, sem a presença de Lula por decisão da justiça eleitoral. É uma situação de ruptura que se agrava pela crise econômica e social do pais.

  • Última cartada

    O Globo, em 06/09/2018

    A realidade deve se impor nos próximos dias e a máquina propagandística do PT terá que carregar Haddad ao segundo turno. Por enquanto, essa confusão toda não o tem beneficiado. Ele cresceu dentro da margem de erro na pesquisa do Ibope divulgada ontem, e Ciro é quem mais ganhou o espólio do lulismo órfão de seu líder.

  • O calvário de "Andrade"

    O Globo, em 05/09/2018

    A candidatura fake do ex-presidente Lula à presidência da República continua sendo propagada em vários programas eleitorais e nos cartazes espalhados pelo país, obrigando os ministros encarregados pela propaganda oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a vetar seguidamente os anúncios e inserções do PT que insistem em vender a imagem de Lula como candidato a presidente, mesmo depois que sua candidatura foi impugnada devido à Lei da Ficha Limpa.