Início > Publicações > Discursos Acadêmicos (Tomo VI, 2010. 951 pp.)

Discursos Acadêmicos (Tomo VI, 2010. 951 pp.) (2015)

Essa publicação faz parte da coleção Discursos Acadêmicos

A publicação dos Discursos Acadêmicos atinge agora o Tomo VI, abrangendo quinze anos de atividade (1981 – 1995), intervalo temporal mantido nos tomos anteriores, com ligeira flutuação para mais ou menos. Inicia-se com recepção de Dinah Silveira de Queiroz, em 1981, e encerra-se em 1995, com a posse de Sábato Magaldi.

A prática dos discursos de recepção e de resposta remota à fundação da Academia Brasileira de Letras: desde seu nascimento em 1897, a instituição tornou-se um os centros de nossa vida intelectual e passou a abrigar grandes nomes de nossa cultura, os quais, empossados, respeitam a praxe de produzir um texto, reverenciando a memória de seus antecessores e apresentando-se à comunidade acadêmica. Com isso, além de fornecer pistas sobre sua própria obra, o novo confrade ilumina aspectos da biobibliografia dos predecessores de sua Cadeira. Parafraseando Machado, a cerimônia de posse ata as duas pontas da vida acadêmica: o culto ao passado e a perene renovação.

Este sexto tomo distingui-se dos demais pelo fato de abrigar até então o maior montante de acadêmicos vivos (dezesseis) – e também a primeira geração a que se facultou escrever seus discursos no computador -, o que, conferindo contemporaneidade à publicação, arquiteta valioso painel para estudiosos da cultura de hoje, tão heterogênea quanto a aldeia global que lhe serve de casa. Leia a obra .

Rio de Janeiro, novembro de 2010 
Marcos Vinicios Vilaça
Presidente da Academia Brasileira de Letras

Ficha da Obra

Ano: 
2015