Início > Noticias > Mario Guerreiro, professor e filósofo, faz na ABL a segunda palestra do ciclo ‘O barroquismo brasileiro’

Mario Guerreiro, professor e filósofo, faz na ABL a segunda palestra do ciclo ‘O barroquismo brasileiro’

A Academia Brasileira de Letras dá continuidade a seu ciclo de conferências do mês de novembro de 2018, intitulado O barroquismo brasileiro, com palestra do professor, filósofo, escritor e pesquisador Mario Guerreiro. O tema escolhido para sua palestra será Persuasão ou convencimento? O evento foi realizado na quinta-feira, dia 8 de novembro, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro.

Foram fornecidos certificados de frequência.

A Acadêmica Ana Maria Machado é a Coordenadora-Geral dos ciclos de conferências de 2018.

Sobre a conferência, Mario Guerreiro adiantou: “Está em jogo a Teoria da Argumentação no contexto da Filosofia de Platão em que os conceitos de persuasão e de convencimento desempenham um papel crucial. Procuramos compreender a natureza da polêmica entre Sócrates e os sofistas considerada paradigmática de todos os desempenhos argumentativos em que é o caso da conquista do assentimento do interlocutor, quer se trate do discurso da Filosofia, do Direito, da Política ou em qualquer outro lugar em que haja diálogo e argumentação”.

O ciclo terá mais duas palestras nas quintas-feiras de novembro, no mesmo local e horário, com os seguintes dias, conferencistas e temas, respectivamente: dia 22, Nelson Jobim, O juridiquês como legado barroquista; e 29, Denise Maurano, A arte e a alma barroca brasileira.

 

O CONFERENCISTA

Mario Antonio de Lacerda Guerreiro nasceu no Rio de Janeiro em 1944. Doutorou-se em Filosofia pela UFRJ em 1983. Foi professor do Departamento de Filosofia da UFRJ. Ex-pesquisador do CNPq; ex-membro do ILTC [Instituto de Lógica, Filosofia e Teoria da Ciência], da SBEC [Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos]; e membro fundador da Sociedade Brasileira de Análise Filosófica.

Autor de Problemas de Filosofia da Linguagem (EDUFF, Niterói, 1985); O Dizível e O Indizível (Papirus, Campinas, 1989); Ética Mínima Para Homens Práticos (Instituto Liberal, Rio de Janeiro, 1995). O Problema da Ficção na Filosofia Analítica (Editora UEL, Londrina, 1999). Ceticismo ou Senso Comum? (EDIPUCRS, Porto Alegre, 1999). Deus Existe? Uma Investigação Filosófica (Editora UEL, Londrina, 2000). Liberdade ou Igualdade? (EDIPUCRS, Porto Alegre, 2002) Apresentou 78 comunicações em encontros acadêmicos e publicou 49 artigos.

01/11/2018

Notícias relacionadas

Vídeos relacionados