Início > Noticias > Lexicógrafo Mauro Villar faz na ABL a palestra do ciclo de conferências “Para uma política do idioma”

Lexicógrafo Mauro Villar faz na ABL a palestra do ciclo de conferências “Para uma política do idioma”

A Academia Brasileira de Letras deu continuidade ao seu ciclo de conferências do mês de maio de 2017, intitulado Para uma política do idioma, com palestra do lexicógrafo Mauro Villar, marcada anteriormente para o dia 2, terça-feira, e transferida por motivo de força maior. A coordenação foi do Acadêmico e professor Domício Proença Filho, Presidente da ABL, e a moderação, do Acadêmico e filólogo Evanildo Bechara. O tema escolhido foi Dicionários, o sem-fim e as fronteiras do conhecimento. O evento aconteceu na quinta-feira (excepcionalmente), dia 11 de maio, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro. Entrada franca.

Foram fornecidos certificados de frequência.

De acordo com o palestrante, a língua cobre toda a extensão do pensamento humano, fazendo de mapa absoluto da nossa experiência até os seus limites: “Quantas palavras tem nossa língua? As palavras têm sentidos? Que pensar sobre língua, dicionários e internet? Por que acordos ortográficos? Qual o centro da lusofonia? Foram algumas das questões que abordadas na palestra”.

A Acadêmica e escritora Ana Maria Machado, Primeira-Secretária da ABL, é a Coordenadora-Geral dos ciclos de conferências deste ano.

Para uma política do idioma terá mais três palestras, sempre às terças-feiras, no mesmo local e horário, com os seguintes dias, conferencistas e temas, respectivamente: dia 16, José Carlos Azeredo, Afinal, ensina-se a língua materna? Refletindo sobre alguns lugares-comuns; 23, Carlos Alberto Faraco, Língua portuguesa: construindo consensos políticos para o futuro; 30, Domício Proença Filho, Aspectos da realidade linguística do Brasil na contemporaneidade.

Saiba mais

Mauro de Salles Villar bacharelou-se em Direito, mas é lexicógrafo desde os 23 anos. Sua bibliografia inclui trabalhos como colaborador e diretor de projetos em mais de dez enciclopédias nacionais e internacionais, e um número superior a isso de dicionários. 

Fez parte do grupo que elaborou o VOLP, da Academia Brasileira de Letras, em sua 4ª edição. É coautor do Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, diretor do Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia e membro da Academia Brasileira de Filologia.

09/05/2017

Notícias relacionadas

Vídeos relacionados