Início > Noticias > Escritora e crítica literária Marisa Lajolo abre na ABL o ciclo de conferências "Educação e leitura, novos paradigmas"

Escritora e crítica literária Marisa Lajolo abre na ABL o ciclo de conferências "Educação e leitura, novos paradigmas"

A Academia Brasileira de Letras abriu, no mês de março, seus ciclos de conferências do ano de 2017, o primeiro dos quais tem com o tema Educação e Leitura, novos paradigmas, sob coordenação da Acadêmica e escritora Ana Maria Machado, Primeira-Secretária da ABL. A palestra de abertura, com a ensaísta, pesquisadora, crítica literária, autora de literatura juvenil e professora universitária Marisa Lajolo, foi Literatura? Leitura! Com certeza uma rima e talvez uma solução. O evento aconteceu na terça-feira, dia 7 de março, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro. Entrada franca.

Foram fornecidos certificados de frequência.

O ciclo terá mais três palestras, sempre às terças-feiras, no mesmo local e horário, com os seguintes dias, conferencistas e temas, respectivamente: dia 14, Luís Augusto Fischer, Literatura Brasileira: nova história, novo ensino; 21, Claudia Costin, Ensinando a pensar. O papel da leitura na educação brasileira; e 28, Tania Zagury, Porque fracassa o ensino no Brasil.

Saiba mais:

Ensaísta, pesquisadora, crítica literária, autora de literatura juvenil e professora universitária, Marisa Lajolo adquiriu, na infância, o gosto pela leitura de contos de fadas e lendas, e pelas aventuras da turma do Sítio do Picapau Amarelo, do escritor Monteiro Lobato (1882 - 1948), de cuja obra se tornou especialista.

Em 1967, formou-se em letras na Universidade de São Paulo (USP), onde defendeu mestrado e doutorado. Na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a partir de 1979, consolidou a carreira acadêmica voltada para a teoria literária e literatura brasileira, atuando principalmente nas áreas de história da leitura e literatura infantil e juvenil.

Marisa Lajolo obteve o título de pós-doutorado na Brown University, nos Estados Unidos, em 1990. Participou de inúmeros seminários, palestras, conferências e mesas-redondas, em eventos nacionais e internacionais, em cidades como Hannover, Washington, Minnesota e Paris.

Em 2006, por suas ações de incentivo ao livro e à leitura, como forma de inclusão e cidadania, recebeu a Medalha da Ordem do Mérito do Livro, da Fundação Biblioteca Nacional. Professora aposentada da Unicamp, mantém vínculo com a instituição como coordenadora do projeto Memória da Leitura, que divulga uma página virtual dedicada a pesquisas sobre história da leitura e do livro no Brasil. Estreou na ficção para adolescentes com Destino em Aberto, em 2002

20/02/2017

Notícias relacionadas

Vídeos relacionados