Início > Artigos

Artigos

  • Pingo é letra

    O Globo, em 28/03/2018

    A evolução dos processos contra o ex-presidente Lula está demonstrando sua formidável resiliência política, e como acertou na estratégia de manter a disputa jurídica sem abrir mão de sua candidatura presidencial. Ele entende com profundidade o espírito de nosso sistema político-jurídico.

  • A posse de Antonio Cicero

    Diário da manhã (GO), em 28/03/2018

    A Aca­de­mia Bra­si­lei­ra de Le­tras, nos seus bem vi­vi­dos 120 anos, ca­rac­te­ri­za-se por per­das e ga­nhos no­tá­veis. La­men­ta­mos o fa­le­ci­men­to do crí­ti­co li­te­rá­rio Eduar­do Por­tel­la e sa­u­da­mos a che­ga­da do po­e­ta An­to­nio Ci­ce­ro.

     

  • Defesa autofágica

    O Globo, em 27/03/2018

    A defesa do ex-presidente Lula,  disposta a explorar todas as brechas possíveis na legislação penal para levá-lo o mais longe possível no simulacro de candidatura à presidência da República, está sendo autofágica. Está no seu pleno direito, mas é uma demonstração cabal de que quem pode pagar grandes advogados provavelmente jamais será preso no sistema antigo, quando se exigia o trânsito em julgado para alguém ir para a cadeia.  

  • STF contra STF

    O Globo, em 25/03/2018

    O julgamento do habeas corpus em favor do ex-presidente Lula no dia 4 de abril colocará o Supremo Tribunal Federal (STF) diante de um dilema que obrigará a eventual nova maioria contra a prisão em segunda instância a se pronunciar sobre o mérito do processo, antecipando uma disputa jurídica com o Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

  • A notícia verdadeira

    O Globo, em 24/03/2018

    A campanha de difamação contra a vereadora Marielle Franco, que, como um vírus letal, invadiu a internet, além de sórdida, é assustadora. Um novo protagonista se insinuou no tumultuado cenário politico: a notícia falsa. A covardia dos que agem nas sombras aproxima os tiros que a mataram da campanha lançada nas redes para desacreditá-la, assim como as causas que ela defendia.

  • Estancar a sangria

    O Globo, em 24/03/2018

    Houve quem, às vésperas da sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) de quinta-feira, sugerisse a ministros favoráveis à prisão após condenação em segunda instância que interrompessem o julgamento do habeas corpus impetrado pela defesa de Lula com um pedido de vista.

  • Muito teratológico

    O Globo, em 24/03/2018

    Há muito tempo eu não via uma curiosidade tão grande quanto a que cercou a sessão de anteontem do Supremo Tribunal Federal. Parecia expectativa de jogo da seleção. Na saída de casa, ouvi um porteiro perguntando para outro: “Será que ele vai ser preso?”. Ao pegar o táxi na volta da Academia, o motorista estava com o rádio transmitindo de Brasília e sorriu agradecido por eu não pedir que ele abaixasse o volume. Ao contrário, pedi para aumentar.

  • O sineiro do interior

    Diário do Nordeste , em 24/03/2018

    Almir Ghiaronni, um leitor assíduo desta coluna, envia uma interessante história, e faz a ressalva de que não conhece o autor da mesma. "O sineiro do interior me faz lembrar de várias coisas que aconteceram em minha vida e que na época encarei como derrotas - mas que no decorrer dos anos se transformaram em verdadeiras bênçãos".

  • Lula ganha um fôlego

    O Globo, em 23/03/2018

    Lula ganhou um salvo conduto dado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas não é possível definir, a partir das votações de ontem, para que lado pende o plenário, embora muitas declarações coincidentes tenham aberto espaço para mudanças de votos. Ao que tudo indica, o ex-presidente vai ganhar o habeas corpus na volta do julgamento, em abril, se mantidas as posições implícitas nas declarações esparsas dos ministros na reunião de ontem.

  • Resultado imprevisível

    O Globo, em 22/03/2018

    O habeas corpus preventivo que pode entrar em julgamento hoje no Supremo Tribunal Federal já foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), e não há nada que o justifique, a não ser evitar que Lula seja preso depois da decisão final do TRF-4, que se dará na segunda-feira dia 26. Escrevo “pode entrar” em julgamento porque algumas preliminares que podem invalidar a análise do HC serão levantadas, justamente devido à decisão do STJ.

  • Cármen resiste

    O Globo, em 21/03/2018

    A discussão sobre a possibilidade de prisão após a condenação do réu em segunda instância está posta pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, em termos claros. Ela acredita que não há razão para discutir o tema em abstrato, pois uma nova jurisprudência foi definida pelo plenário do STF há pouco tempo, e não surgiu nenhum fato que justifique uma reavaliação.

  • Desopilar o fígado

    O Globo, em 21/03/2018

    A internet não deu voz apenas aos idiotas, como disse Umberto Eco, mas também aos mentirosos, como provou a onda de sórdidos ataques a Marielle Franco, tentando matar sua memória. O mais grave é que a infame campanha de boatos foi difundida pela desembargadora Marilia Castro Neves e pelo deputado Alberto Fraga, com versões intencionalmente falsas e difamatórias.

  • Tentativa e erro

    O Globo, em 20/03/2018

    O estranho caso das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) 43 e 44 que querem rever a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a possibilidade de prisão após decisão da segunda instância judicial revela bem as manobras de bastidores que, alegando tratarem de questões genéricas, objetivam realmente impedir que o ex-presidente Lula vá preso.

  • Desvios políticos

    O Globo, em 18/03/2018

    O brutal assassinato da vereadora Marielle Franco está exacerbando a radicalização política, levando a que direita e esquerda, categorias políticas consideradas à beira da extinção que um mundo pós-moderno tensionado pelos fundamentalismos e preconceitos ressuscitou, mostrem suas faces perversas.

  • Graças a elas

    O Globo, em 17/03/2018

    Ainda nas celebrações do Dia Internacional da Mulher, neste primeiro artigo que publico após 8 de março, não quero deixar passar a data em branco. Faço aqui alguns registros e homenagens. Mesmo se algumas são destaques apenas de minha vida pessoal, têm valor simbólico, e sua ação afetou muita gente.